Gazeta de S. Paulo

FONTE:CLIMATEMPO Ribeirão Preto 17° 28° Campinas 19° 26° Ubatuba 17° 29° São Paulo 17° 25° Registro 14° 23° Presidente Prudente 19° 25° Araçatuba 20° 29° Tempo continua nublado durante todo o dia Tempo continua nublado durante todo o dia Tempo continua nublado durante todo o dia mín 17° máx 25° mín 14° máx 21° mín 13° máx 17° HOJE: AMANHÃ: SEXTA: Previsão para Capital Rodízio Capital Não podem circular na cidade de São Paulo das 7h às 10h e das 17h às 20h veículos com placas final: HOJE: AMANHÃ: 5 e 6 7 e 8 Nos fins de semana não há rodízio Valor da multa é de R$ 130,16 Tempo Sol Poucas nuvens Chuva Piracicaba 18° 28° PAULO SOUZA Diretor Gráfico SERGIO SOUZA Diretor Presidente ROBERTO SANTOS Diretor Comercial NELY ROSSANY Jornalista Responsável Jornal Gazeta de S. Paulo é uma publicação da empresa Jornal Gazeta SP Ltda - CNPJ: 04.735.364/0001-70 . Fundado em 29/06/1999 . Circulação: Nacional e no Estado de São Paulo . Periodicidade: Diária . Preço/Exemplar: R$ 1,50 / Balcão: R$ 1,50 . São Paulo: Rua Tuim 101, A - Moema, São Paulo - SP - CEP 04514-100 - Fone/ Fax: (11) 3729-6600 . Representantes emBrasília: (61) 3321-3440 . Tiragem por edição: 40.850 exemplares . Agências de Notícias: Agência Brasil (AB), Estadão Conteúdo (EC), Folhapress (FP). Matérias assinadas e opiniões emitidas em artigos são de responsabilidade de seus autores. Editor Responsável - Nely Rossany editor@gazetasp.com.br Capital - Aline Fonseca cidades@gazetasp.com.br Fotografia - Thiago Neme fotografia@gazetasp.com.br Comercial - Roberto Santos comercial@gazetasp.com.br Administrativo - Joana Brolese joana@gazetasp.com.br Faturamento - Theo de Paula theo@gazetasp.com.br Distribuição - Daniel Villaça Souza daniel@gazetasp.com.br Gráfica - Paulo Villaça Souza paulo@gazetasp.com.br Telefone - 11. 3729-6600 Site - www.gazetasp.com.br FALE COM A GAZETA Jornal Associado: Edição digital certificada: Edição impressa auditada: “Um jornal independente é um jornal onde a sua missão é levar à tona as informações que lhe são conferidas, não se vendendo aos interesses partidários e políticos, sempre focado emum único objetivo - informar corretamente os seus leitores. O Leitor emprimeiro lugar”. Sergio Souza Fundador DANIEL SOUZA Diretor Responsável MARCELO BARROS Diretor - Vale do Ribeira ALEXANDRE BUENO Diretor - Litoral e Vale do Paraíba Pancadas Encobertoc/chuva Serviços A2 QUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2018 (11) 3729-6600 editor@gazetasp.com.br www.gazetasp.com.br @gazetasp1 facebook.com/gazetasp A elevação dos preços na porteira da fazenda reflete o período de entressafra no setor lácteo, com redução de 11,6% no Índice de Captação de Leite em 2018, na comparação com 2017 O valor pago ao pecuarista pelo litro do leite disparou em 2018. As altas sucessivas nos últimos quatromeses elevaramo preço do leite em 24,2% neste ano. Mas, a queda no poder aquisitivo da classe trabalhadora reduziu o consumo e os laticí- nios têm enfrentado dificuldade para repas- sar os aumentos para o consumidor. A eleva- ção dos preços na porteira da fazenda reflete o período de entressafra no setor lácteo, com redução de 11,6% no Índice de Captação de Leite em 2018, na comparação com 2017. Com exceção do Paraná, todos os estados tiveramqueda na captação emmaio. Os dados são do Centro de Estudos Avançados emEconomia Aplicada (Ce- pea/USP). Emmaio, a ‘média Brasil’, que inclui valores pagos a produtores da Bahia, Goiás, Minas, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e SP foi de R$ 1,25 por litro. Isso represen- tou alta de 8,4% frente a abril. E a tendência é que o pre- ço suba nos próximos meses devido ao avanço do outono e chegada do inverno. O cli- ma seco, característico desta época, seca as pastagens no interior paulista, em Minas Gerais e no Goiás, importantes bacias leiteiras. Com isso, o alimento disponível para as vacas diminui. Sempasto, o pecuarista apela para suple- mentos alimentares a fimde evitar que os animais percampeso. Esse cardápio inclui cana e milho triturados, alémde feno, polpa cítrica e derivados de soja. Mas, apesar do es- forço, as vacas sentem a mudança de hábitos alimentares e reduzem a produção. E, commenos leite disponível no campo, as indústrias acabam tendo de remunerar melhor os produtores. Então, o repasse para o longa vida (UHT) e para os queijos torna-se quase que inevitável até a volta do período chuvoso, nomeio da primavera. Só lá para outubro é que os pastos começam a retomar o vigor, as vacas voltam a engordar e produ- zir a plena carga. Apesar dessa tendência inexorável duran- te a entressafra causada pelo clima, segundo pesquisas diárias feitas pelo Cepea com apoio da Organização das Cooperativas Brasileiras, houve ligeira baixa de 0,05% nos preços do leite UHT de abril para maio. Agroecologia. Duas mil pessoas, vindas de norte a sul do País, se reuniram emBelo Horizonte durante o feriado de Corpus Christi para o IV Encon- tro Nacional de Agroecologia. Agricultores familiares, assentados da reforma agrária, extrativistas e quilombolas debateramum outromodelo de desenvolvimento para o Brasil. Justiça social. Diferente do agronegócio; marcado pela monocultura e pelos agrotóxicos; a agroeco- logia conjuga sustentabilidade ambiental com justiça social. Sustentabilidade ambiental. Pelo oitavo ano consecutivo, o Brasil será omaior consumi- dor de ‘pesticidas’ nomundo. Estima-se que cada brasileiro ingere oito litros de agrotóxicos por ano. A agricultura familiar é responsável por 70% dos ali- mentos que chegam à mesa dos brasileiros. David Bowie, o rock. A Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP emRibeirão Preto apresentou, no últi- mo dia 30, o Brasilestes stardusti. O animal é omais antigomamífero já encontrado no Brasil e sua identificação foi possível graças à descoberta de umdente pré-molar de 3,5 milímetros. A “poeira estelar”. O Brasilestes stardusti era menor que um gambá, mas conviveu comos dinossauros. O nome da nova espécie homenageia o roquei- ro David Bowie, morto em janeiro de 2016, ummês após a descoberta do fóssil. Brasiles- tes stardusti faz alusão a Ziggy Stardust, ou Ziggy “poeira estelar”, personagemvindo do espaço que Bowie criou para uma canção de 1973. Omamífero paulista. O Brasilestes stardusti viveu entre 87 milhões e 70milhões de anos atrás, no fimda era Me- sozoica, na região de Franca e Ribeirão Preto. Preço do leite já subiu 24,2% em 2018; e vemmais por aí... * Nilson Regalado, é jornalista e produtor rural no Estado de Minas Gerais. REPÓRTER DA TERRA Nilson Regalado COLABORADOR tato com o staff da cantora por meio do e-mail vanessa- jackson@roxomkt.com.br e os selecionados nos pré- -requisitos são chamados. Santos recebe workshop gratuito paramúsicos EVENTO. O workshop de Vanessa Jackson será gratuito e com40 vagas; objetivo é levar todo o conhecimento da artista commais de 20 anos de carreira para os novos cantores da região N esta quinta- -feira (14), em Santos, a can- tora Vanessa Jackson realiza um workshop gratuito para músicos da Baixada Santis- ta. O objetivo é levar todo o conhecimento da artista com mais de 20 anos de car- reira para os novos cantores da região. Vencedora dos programas “Fama”, da Rede Globo, e do “Esse artista sou eu”, do SBT, Vanessa Jackson escolheu Santos para iniciar uma série de treinamentos e cursos para músicos que dará em todo o Brasil, con- ciliando com sua agenda de shows. O workshop de Vanessa Jackson será gratuito e 40 vagas são oferecidas. Os candidatos entram em con- técnicas de interpretação, o cuidado com a voz, dicas de memorização e como a formação em canto lírico ajudou na sua carreira, além é claro de falar sobre os bas- tidores de sua carreira. “Estou muito empol- gada por começar o meu workshop em Santos. Os fãs sempre me pediram para fazer treinamentos onde eu pudesse passar um pouco da minha experiência e agora encontramos essa oportunidade”, diz a cantora Vanessa Jackson. Show em Santos. Na mesma quinta-feira (14), às 21h, na Black Jaw Chope- ria, em Santos, a cantora Va- nessa Jackson e sua banda se apresentam para um show de Dia dos Namorados. (DL) O treinamento acontecerá no One Business Center, das 14 às 17h. No workshop a cantora abordará técnicas de canto, técnicas corporais, Nesta quinta-feira, em Santos, a cantora Vanessa Jackson realiza um workshop gratuito para músicos da Baixada Santista DIVULGAÇÃO Curso gratuito. A Secretaria Municipal do Trabalho e Empreendedorismo (SMTE) oferecerá, na capital paulis- ta, nesta quarta-feira a oficina preparatória para o mer- cado de trabalho. O objetivo é preparar os interessados para o primeiro emprego. Os alunos serão orientados sobre busca de vagas, preenchimento de fichas, apresen- tação pessoal, importância da qualificação profissional e aprenderão como elaborar o primeiro currículo. As atividades acontecerão nos bairros de Interlagos, Piritu- ba, Itaquera, Parelheiros e Região Central. Os cursos da SMTE são gratuitos e para participar basta ter idade de 16 anos e comparecer a um dos endereços que recebe- rão a oficina com RG, CPF, número do PIS e carteira de trabalho. Se não possuir o último documento, é feita a emissão na hora, com a apresentação de uma foto 3x4. Os endereços das oficinas são: avenida Rio Branco, 252 - centro; rua Augusto Carlos Bauman, 851 - zona leste; avenida Interlagos, 6.122 e avenida. Sadamu Inoue, 5.252 - zona leste; avenida Dr. Felipe Pinel, 12 - zona oeste. (GSP) Jogos da Copa. De 14 de junho a 15 de julho, de segun- da a sábado, todos os jogos da Copa serão exibidos em telões no jardim do Goethe-Institut (rua Lisboa, 974 – Pinheiros) em São Paulo. Aos domingos, o Goethe- -Institut permanecerá aberto apenas se houver jogos da Alemanha, da Suíça ou do Brasil. No local terá venda de cervejas, bretzel e os mais diversos tipos de salsicha, entre elas, a famosa currywurst. Nos dias de jogos da Alemanha e do Brasil, os visitantes poderão participar de sorteios de brindes. Para participar e torcer, não é neces- sária inscrição e a entrada é gratuita. Informações sobre a programação cultural do Goethe-Institut podem ser acessadas em: www.goethe.de/saopaulo. Mais informa- ções pelo site: cultura@saopaulo.goethe.org. (GSP) Doação de sangue. O Dia Mundial do Doador de San- gue, comemorado no dia 14 de junho, terá uma série de ações especiais promovidas pelo Movimento Eu Dou Sangue com diversos parceiros, que abraçaram a causa e também vão incentivar e conscientizar as pessoas sobre a importância desse ato de cidadania. As ações come- çam na manhã de 14 de junho e seguem ao longo do dia, promovendo a solidariedade, a conscientização e o in- centivo à doação de sangue. Pela manhã, a partir das 9h, estudantes do curso Técnico emHemoterapia do Senac São Paulo estarão na Estação Clínicas do Metrô, na zona oeste da capital paulista, realizando testes de sangue para triagem de anemia. Quem quiser aproveitar e doar, poderá seguir até Fundação Pró-Sangue, quase em frente à estação, e realizar sua doação. (GSP) Show. Na sexta-feira, dia 15, o Shopping Metrô Boule- vard Tatuapé, na zona leste da capita paulista, recebe a banda cover do Guns N’Roses, a Coma GN’R Tribute. For- mada em 2007 por músicos fãs da banda, os integrantes buscam sempre manter a sonoridade e o feeling para ficarem à frente dos diversos covers de uma das bandas mais influentes da história. O show é gratuito e aconte- cerá das 19h às 20 h, na Praça de Alimentação. (GSP) NOTAS DocuSign Envelope ID: 7DAAD5EE-30CD-422D-BB04-245C4EFF46DD

RkJQdWJsaXNoZXIy NTg0OTkw