Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Quinta, 03 Agosto 2017 18:45

Justiça condena Unicamp a pagar R$ 50 mil a paciente

Paciente operou catarata em um dos olhos, mas sofreu infecção e perdeu a visão
Cirurgia de catarata foi realizada no Hospital de Clínicas da Unicamp, em Campinas Cirurgia de catarata foi realizada no Hospital de Clínicas da Unicamp, em Campinas Reprodução/EPTV
Da Reportagem
De São Paulo

A Universidade de Campinas (Unicamp), no interior de São Paulo, foi condenada a pagar uma indenização de R$ 50 mil por danos morais a uma paciente que perdeu a visão após uma cirurgia de catarata no Hospital de Clínicas (HC) da faculdade.

A decisão da 12ª Câmara Extraordinária de Direito Público do TJ-SP foi publicada nesta quarta-feira na página oficial do Tribunal de Justiça de São Paulo e será publicada no Diário Oficial do Estado de SP nesta sexta (4). A decisão ainda cabe recurso no Superior Tribunal de Justiça.

A cirurgia aconteceu em 2007, quando a paciente tinha 71 anos e teve uma grave infecção após a cirurgia que culminou com a perda de visão em um dos olhos e a retirada do globo ocular. De acordo com a defesa da paciente, ela ainda teve depressão. Além da indenização, a decisão judicial ainda obriga o hospital universitário a fornecer uma prótese ocular para a paciente, mas ela veio a falecer em 2016, em decorrência de outros problemas de saúde. A família agora tenta na Justiça receber o valor.

 

Caso

A paciente morava em Janiru, e durante a cirurgia começou a sentir dores, mesmo após aplicação de anestesia, e também após ter alta. Em uma semana, ela retornou ao HC para novo procedimento e precisou assinar um termo que incluía a possibilidade de retirada do globo ocular. Segundo a família da paciente, os médicos não informaram o que realmente acontecer.

A Unicamp já recorreu de uma primeira decisão e alegou que “não houve erro por negligência, imperícia ou imprudência de seus médicos e que o resultado decorreu de uma evolução clínica desfavorável, quanto muito atribuível à própria paciente que não seguiu as orientações médicas”, conforme consta no documento oficial. A alegação teve o recurso negado pelo TJ-SP, no julgamento unânime.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado