últimas notícias
Movimentação na avenida Paulista durante a quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus
Movimentação na avenida Paulista durante a quarentena imposta pela pandemia do novo coronavírus
Foto: Roberto Parizotti/FotosPúblicas

Em dia que governo anuncia início da saída do ‘platô’, SP tem 250 novas mortes por Covid

Estado chegou nesta sexta-feira a 28.155 vítimas fatais e 735.960 casos confirmados da doença

No dia em que o vice-governador Rodrigo Garcia (DEM) anunciou que o Estado “começa a sair do platô”, São Paulo registrou nesta sexta-feira 250 novas mortes por coronavírus em comparação ao dia anterior. Com isso, o Estado chegou a 28.155 vítimas fatais e 735.960 casos confirmados da doença.

De acordo com a secretaria estadual da Saúde, entre o total de casos diagnosticados da Covid-19, 532.063 pessoas estão recuperadas, sendo que 83.926 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 54,8% na Grande São Paulo e 56,8% no estado.

Macaque in the trees
Arte: Gazeta de S.Paulo

Plano São Paulo

O vice-governador Rodrigo Garcia (DEM) anunciou em entrevista coletiva que cinco regiões progrediram no Plano São Paulo e, pela primeira vez, nenhuma das 17 regiões do Estado está na fase vermelha do plano de retomada econômica e social da gestão João Doria (PSDB).

Registro, Franca, Barretos e as regiões oeste e norte da Grande São Paulo tiveram progresso para uma fase superior do plano em que estavam ante então, “o que mostra claramente que a epidemia começa a deixar o estado de São Paulo”, disse Garcia.

“São bons sinais que indicam que a epidemia em São Paulo está em declínio e o Estado começa a sair do platô. Esses bons sinais nos fortalecem no enfrentamento da epidemia, mas, lógico, devem ser registrados com muita prudência, cautela e atenção”.

Com essa nova classificação, disse o vice-governador, 88% da população de São Paulo passa a viver em regiões que estão na fase amarela do Plano São Paulo, que completou 80 dias de entrada em vigor nesta sexta-feira.

Garcia também anunciou que as secretarias de Saúde e de Educação vão iniciar nos próximos dias um inquérito sorológico em alunos e professores da rede estadual de educação. As aulas presenciais estão previstas para se iniciarem em 7 de outubro em São Paulo.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta