Publicidade

X

Capital

Remédio para câncer volta para hospital da Vila Mariana

A Gazeta divulgou o caso após receber a denúncia de um usuário da instituição que reclamava da falta da medicação Da Reportagem De São Paulo

dothCom Consultoria Digital

Publicado em 15/10/2018 às 23:20

Atualizado em 18/11/2020 às 18:32

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

O uso do medicamento doxorrubicina, que estava em falta para pacientes no fim de setembro, foi retomado pelo Centro de Referência e Treinamento-DST/Aids-SP, da rua Santa Cruz, na Vila Mariana, referência do estado em tratamento contra o HIV e Aids. A Gazeta divulgou o caso após receber a denúncia de um usuário da instituição que reclamava da falta da medicação.

De acordo com o Artur Kalichman, médico responsável pelo programa, um problema administrativo fez com que o remédio não fosse entregue por um período curto de tempo. Segundo ele, porém, o fornecimento foi reestabelecido na semana seguinte.

“O prejuízo [aos pacientes] não foi tão grande. Diferentemente de um tratamento retroviral, por exemplo, que não pode parar, a quimioterapia tem uma evolução arrastada e lenta. Uma demora de uma semana não causa nenhum prejuízo grave aos pacientes. Mas, claro, o ideal é não atrasar nada”, diz.

Dos 28 pacientes de precisavam do medicamento, 11 foram afetados pela falta da doxorrubicina. A situação já se normalizou a todos.

A unidade, referência normativa da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, avalia e coordena o programa estadual para Prevenção, Controle, Diagnóstico e Tratamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) no território paulista.

A doxorrubicina é utilizada para sessões quimioterápicas em pacientes oncológicos imunodeprimidos.

*Por Bruno Hoffmann

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

LOTERIAS

Lotomania, concurso 2.608: prêmio acumulou e vai a R$ 2 milhões

A aposta é unica e custa R$ 3 e pode ser realizada também pela internet, até as 19h

OUTONO

Fim de semana em São Paulo será marcado por pancadas de chuva

No fim de semana a Capital terá dias quentes mas com pancadas de chuva; máxima de 28°C e mínima de 19°C

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter