últimas notícias
"Amo yogar na natureza" Mariana Ximenes, ao postar uma foto praticando ioga em um cenário natural.
Foto: reprodução/instagram

Mulher danada

Essa mulher é danada. É assim que Mariana Ximenes, 37, descreve seu novo papel como Adalgisa na minissérie da Globo "Se Eu Fechar os Olhos Agora", que estreou nesta segunda-feira. Na trama de dez episódios escrita por Edney Silvestre há anos, Adalgisa é uma mulher à frente de sua época, que veste calças e cores fortes, e teve que optar ainda jovem entre a carreira e o casamento com Geraldo Bastos (Gabriel Braga Nunes), que lhe traria status social. Ximenes a descreve como "muito irreverente, vaidosa, provocadora e provocativa". "Ela tem muito humor e eu adoraria ser a Tatá Werneck, mas como não sou, eu trago [a comicidade] da minha convivência com a Tatá", conta Ximenes.

Marina Ruy Barbosa. Quase dois meses se passaram, e a atriz Marina Ruy Barbosa, 23, afirma ainda estar frágil em decorrência da polêmica que envolveu seu nome na separação de José Loreto, 34, e Débora Nascimento, 33. "É impossível ter um terremoto embaixo de você e você ficar inabalável", disse ela a Leo Dias, colunista do UOL. Essa é a primeira vez que a atriz comenta o caso. Antes disso, ela havia feito apenas um post em suas redes sociais atribuindo o boato a "fofoqueiros da internet": "Amo meu marido, sou muito feliz no casamento e nunca teria, nem nunca tive nada além de uma parceria profissional e amizade no trabalho como consequência da novela", disse na ocasião. Colega de elenco de Loreto, em "O Sétimo Guardião" (Globo), Marina foi apontada como pivô da separação dele, anunciada em fevereiro.

Gentili. Danilo Gentili, 39, fez piada em seu programa na noite da segunda-feira sobre a condenação a 6 meses e 28 dias de detenção, em regime inicial semiaberto, pelo crime de injúria praticado contra a deputada federal Maria do Rosário Nunes (PT-RS), na semana passada. O apresentador não perdeu a chance de brincar com o assunto e dar algumas alfinetadas. "Estão tentando me colocar na cadeia, todo mundo já sabe, e obrigado a todos que me apoiaram na internet, nas ruas. Até quem eu menos esperava apareceu na internet e me defendeu, dá uma olhada" disse, exibindo uma foto antiga da deputada segurando um cartaz com os dizeres "Lei da mordaça, não". "Muito obrigado pelo seu apoio, Maria do Rosário. E eu nem precisei estuprar ninguém, hein?", ironizou.

(FP)

Tops da Gazeta