últimas notícias
Para mais informação consulte sempre um Médico Veterinário
Para mais informação consulte sempre um Médico Veterinário
Foto: Samuel Sng/Unsplash

Dirofilariose - verme do coração

É transmitida aos cães por meio da picada de mosquitos, entre eles o Culex (pernilongo) e até mesmo o Aedes aegypti

Adirofilariose tem apresentado grande ocorrência mundial. É mais comum em regiões de clima quente e temperado, com alta incidência em áreas litorâneas, e em áreas com condições precárias de saneamento. É uma doença parasitária causada pelo verme Dirofilaria immitis.

É transmitida aos cães por meio da picada de mosquitos, entre eles o Culex (pernilongo) e até mesmo o Aedes aegypti, conhecido por transmitir dengue, zika e chicungunha para as pessoas. Se não tratada pode ser fatal para o cão, pois ocupam todo o ventrículo direito do coração e pulmões. O diagnóstico pode ser feito pela detecção de microfilárias na circulação sanguínea, teste ELISA, alterações radiográficas, ecocardiografia, ultrassonografia e necropsia.

Como o verme não tem por onde sair como no caso dos vermes intestinais, mesmo que seja tratado o cão após a infestação, o tratamento nem sempre tem êxito, podendo ocorrer embolia, portanto o mais adequado é a Prevenção:

1. Evitar a picada do mosquito - uso de repelentes ou coleiras repelentes; uso de tela nas janelas e portas da residência onde o cão vive para evitar a invasão de mosquitos.

2. Administração periódica de doses de vermífugo e/ou uso de produtos preventivos.

3. Evitar passeios em áreas de risco.

4. Evitar sair com cão no final da tarde, horário de maior incidência de mosquitos.

Para mais informação consulte sempre um Médico Veterinário, ele é o profissional qualificado para tirar suas dúvidas.

Comentários

Tops da Gazeta