últimas notícias

Anexo

As roupas mais indicadas são as 100% algodão, ou pelo menos forradas com este tipo de pano. Vale evitar ainda peças com enfeites que possam ser arrancados e engolidos pelo animal e não se deve esquecer do conforto do pet
As roupas mais indicadas são as 100% algodão, ou pelo menos forradas com este tipo de pano. Vale evitar ainda peças com enfeites que possam ser arrancados e engolidos pelo animal e não se deve esquecer do conforto do pet
Foto: Liukov

Com a chegada do frio, o pet precisa usar roupas?

Na opinião da veterinária Kelli Mota, as roupas são boas opções nos dias mais frios, pois ajudam a manter os animais aquecidos, especialmente os de pelo curto

Com a chegada do outono, as baixas temperaturas estão se tornando uma constante, o que faz muitos tutores se perguntarem: "será que preciso mesmo colocar roupas no meu pet?"

Na opinião da veterinária Kelli Mota, as roupas são boas opções nos dias mais frios, pois ajudam a manter os animais aquecidos, especialmente os de pelo curto. "Eu aconselho que usem, mas desde que o animal fique confortável com esse acessório. O tutor nunca deve forçar que ele aceite. Têm animais que quando colocam roupa, fica parado igual uma estátua, triste e alguns deixam até de comer. Nestes casos, sugiro que retire e o coloque em um espaço que não pegue golpes de ventos, um cômodo mais quentinho, uma casinha mais fechada, com cobertores, e, se possível e com segurança, até um aquecedor".

Outro ponto importante a se observar é o conforto do pet. Segundo a veterinária, as roupas mais indicadas são as 100% algodão, ou pelo menos forradas com este tipo de tecido. Além disso, vale evitar peças com enfeites que possam ser arrancados e engolidos pelo animal, o que pode se transformar em um grande problema.

Por fim, a veterinária lembra que as roupas dos pets devem ser higienizadas com frequência e ela ressalta ainda que os gatos, ao contrário do que muitos imaginam, também podem usar roupas para se proteger do frio. "Os Sphynx, famosos gatos pelados, aceitam super bem, mas isso varia de acordo com o temperamento do animal. No geral, não importa se gato ou cachorro, é preciso conhecer o pet e ver se ele se habitua às roupas", finaliza. 

Tops da Gazeta