últimas notícias
A psicopedagoga Aline e a família com o buldogue francês Luk. "Ele é muito amoroso, extremamente pegajoso, não gosta de ficar sozinho, quer sempre alguém da família."
A psicopedagoga Aline e a família com o buldogue francês Luk. "Ele é muito amoroso, extremamente pegajoso, não gosta de ficar sozinho, quer sempre alguém da família."
Foto: ARQUIVO PESSOAL

Buldogue Francês: a raça de cachorro amiga das crianças

Inteligentes, agradáveis, amáveis, afetuosos e brincalhões, são alguns dos adjetivos usados pela veterinária Caroline Mouco

Inteligentes, agradáveis, amáveis, afetuosos e brincalhões, são alguns dos adjetivos usados pela veterinária Caroline Mouco, do Hospital 24h Vet Popular, para descrever os cães da raça Buldogue Francês, conhecidos por serem amigos das crianças.

A fama, aliás, foi o que levou a psicopedagoga Aline Kelly Scalco, moradora de Bebedouro, a escolher um cão da raça para os filhos, João Augusto, 11 anos, e Ana Laura, 7. " O Luk está conosco desde 2018. Ficamos quase um ano pesquisando sobre a raça (...). Ele é muito amoroso, pegajoso, não gosta de ficar sozinho, quer sempre alguém da família", diz ela, que ressalta, contudo, que o cachorro exige alguns cuidados especiais, sobretudo por conta da dificuldade em respirar.

Segundo Caroline, a dificuldade respiratória de Luk é comumente observada nos cães braquiocefálicos ("focinho achatado"), o que pode facilitar o surgimento da síndrome braquicefalica, resultando em palidez de mucosas, tosses, engasgos, entre outros. "O tutor de um buldogue francês deve ser instruído de todas as precauções e procurar um serviço de emergência em momentos de crise. Problemas oculares, algumas infecções intestinais, dermatites, dificuldade no parto e alergias, também podem ter maiores incidências na raça."

No geral, o buldogue francês não exige muito espaço, já que não necessita de muito exercício físico. Porém, caminhadas leves são essenciais para a saúde do pet, lembrando que essas caminhadas devem ser realizadas em horários de temperatura amena, pois a raça não lida bem com o calor. Em dias quentes devem ser monitorados de perto, oferecendo mais água gelada e lugares frescos. (GM)

Tops da Gazeta