últimas notícias
Crianças que tem contato com cães diariamente adoecem menos durante o primeiro ano de vida
Crianças que tem contato com cães diariamente adoecem menos durante o primeiro ano de vida
Foto: Johnny Duarte

Os benefícios do cão para as crianças

Afetividade, apego, atenção, saudades, propriedade e companheirismo são destaques que as crianças naturalmente reconhecem no seu dia a dia quando se tem um bichinho

Ter um filhotinho de cão para brincar em casa é o sonho de consumo de muitas crianças. Neste momento difícil que o ser humano passa, com sério comprometimento social, aumentar a interatividade das crianças com um pet é uma grande iniciativa, trazendo inúmeros benefícios para as crianças e para toda a família.

Afetividade, apego, atenção, saudades, propriedade e companheirismo são destaques que as crianças naturalmente reconhecem no seu dia a dia quando se tem um bichinho para amar. O passeio com o cão, além de trazer os benefícios físicos para as crianças, traz também um benefício social pelo aumento das amizades na rua e pela interação mais adequada das crianças e o meio ambiente. É um excelente estímulo para a criança correr, brincar, pular, praticar exercícios e fazer caminhadas. Ao dividir o carinho, momentos de diversão e o momento da alimentação, a criança cria um senso de responsabilidade, que traz benefícios no aprendizado, disposição para atividade física e rotina para se alimentar da maneira correta.

Crianças que tem contato com cães diariamente adoecem menos durante o primeiro ano de vida, e com o contato com os pelos do cão, a imunidade individual é maior do que de crianças que não tem animais em casa - portanto, ter animais em contato com as crianças diminuem os riscos de alergias. A interação com os cães provoca estímulos químicos como liberação de serotonina e dopamina que trazem o benefício da felicidade para as crianças que manuseiam seus cães diariamente, trazendo sentimentos positivos para as crianças.

Os cães ajudam no desenvolvimento emocional da criança, como autocontrole, capacidade afetiva, socialização, e acima de tudo auxiliam na terapia para casos excepcionais de transtornos físicos, neurológicos e emocionais. Os animais ensinam sobre a natureza da vida, do nascimento, da reprodução, das dificuldades e limitações, e principalmente da amizade.

 

Tops da Gazeta