últimas notícias
Vacinação de cães e gatos
Vacinação de cães e gatos
Foto: Johnny Duarte

Cães e gatos devem ser vacinados mesmo com idade avançada

Principais doenças que podem ser transmitidas pelos animais ao homem são: Raiva, Leptospirose e Leishmaniose

Nesse momento importante sobre vacinação, ressaltamos as indicações de vacinas para os cães e gatos, que devem ser revacinados anualmente, mesmo que já estejam com idade avançada. As principais zoonoses (doenças que podem ser transmitidas pelos animais ao homem) que devem ser evitadas vacinando o pet são: Raiva, Leptospirose e Leishmaniose.

Um programa vacinal para filhotes deve ser adotado, pois neste caso, é necessário que sejam dadas 2 a 3 doses com intervalos de 21 a 30 dias, dependendo da espécie.

A idade recomendada para iniciar o programa vacinal para cães é de 42 dias e 63 dias para gatos.

No caso da vacina contra Leishmaniose é exigido o teste laboratorial para se ter certeza de que o animal não esta infectado, para começar a fazer a sequência de 3 doses de vacinas com intervalos a cada 21 dias. Pode ser adotado em cães acima de 4 meses de idade, em qualquer momento da vida do cão, e a partir desse programa deve-se revacinar anualmente. Para animais em trânsito, é exigido certificado de vacina contra raiva, que deve ser aplicada no mínimo 30 dias antes da viagem, e no máximo 1 ano antes da viagem.

Para cães são recomendadas as seguintes vacinas: V10; contra raiva; contra gripe e contra giárdia. Para gatos a V5 e contra raiva. As vacinas podem ser aplicadas todas no mesmo dia, ou divididas em duas etapas com intervalos de no mínimo 15 dias.

 

Tops da Gazeta