últimas notícias
Nego do Borel
Nego do Borel
Foto: Divulgação

Caso de Nego do Borel e Dayane Mello repercute na mídia italiana

Os principais jornais do país noticiaram o acontecimento e criticaram a ação do cantor

O ocorrido entre Nego do Borel e Dayane Mello no confinamento de “A Fazenda 13” (Record TV) ganhou notoriedade na imprensa italiana, e foi parar nas primeiras páginas dos principais jornais do país.

A acusação do estupro de vulnerável contra a modelo, que resultou na expulsão do cantor carioca do reality show, causou indignação nacional e internacional.

A repercussão no exterior, principalmente na Itália,  está ligado ao fato de Dayane morar no país e ter se tornado popular ao ser uma das finalistas do reality “Gran Fratello Vip”.

O jornal “Libero Quotidiano”, que circula em Milão, destacou ex-colegas de confinamento da modelo, que criticaram o comportamento do cantor. O jornal ainda fez uma reportagem destacando “o que não foi ao ar na TV”.

“Dayane Mello é assediada ao vivo: Nego do Borel é desclassificado”, foi o título destacado na primeira página de um dos principais jornais da Itália o “Corriere Della Sera”. E explicou que após a forte pressão nas redes sociais e a repercussão na mídia, o cantor foi expulso do reality.

O “Il Giornale”, também de Milão, noticiou as “fortes investidas” do funkeiro contra a modelo e evidenciou a onda de protestos na web em busca de posição concreta para o caso. Eles também incluíram a torcida dos ex-participantes do “Grande Fratello Vip” por uma intervenção jurídica.

O “Il mattino”, de Nápoles, além de reforçar o que foi dito nos jornais anteriores, relembrou outras três denúncias de mulheres – Duda Reis, Swellen Sauer e Crislaine Gonçalves – contra Nego do Borel por abusos físicos e psicológicos.

Até o momento a Polícia Civil não ouviu Nego e Dayane, mas o inquérito que investiga a suspeita de estupro de vulnerável contra a ex-participante do reality italiano, já foi aberto no último sábado (25). 

Em nota, Polícia Civil de São Paulo disse que “analisa as imagens dos fatos e realizará a oitiva do suspeito”.

Comentários

Tops da Gazeta