X

JUSTIÇA

Advogada de Duda Reis diz que Nego do Borel descumpriu medida protetiva

Artista estaria exponde ex-namorada através de tatuagem

Gustavo Cavalcante

Publicado em 07/02/2022 às 11:52

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Nego do Borel e Duda Reis / reprodução/Instagram

Na última semana, o cantor Nego do Borel, 29, mostrou uma tatuagem nas redes sociais. Na nova imagem, que anteriormente era o nome Duda, uma homenagem a sua ex-namorada, Duda Reis, 20, ele escreveu o nome "William" e depois adicionou as palavras "do Borel". Portanto, o que antes era uma prova de amor, agora virou uma homenagem aos MCs William e Duda do Borel.

Mas essa exposição não tem sido encarada de forma normal pela equipe de Duda Reis. Segundo a advogada Izabella Borges, Borel descumpriu a medida protetiva ao mostrar o nome "Duda" e, de forma indireta, se referir a ela, algo que era proibido desde o início do processo que ele responde por agressão.

"Confirmo que ele não poderia ter feito qualquer menção direta ou indireta por meio de comentário ou através de imagens como é o caso. Quando ele publica tatuagem que faz menção a ela e gera reportagens, matérias falando da Duda, ele acaba incorrendo na quebra da medida protetiva que o proibia de falar dela e do caso", afirma a advogada em conversa com a reportagem.

Dessa forma, Izabella diz que já entrou com pedido na Justiça de uma audiência de advertência para comunicar que essa é uma forma de descumprimento da medida e com um pedido de investigação do crime previsto na Lei Maria da Penha.

Em setembro do ano passado, o cantor foi indiciado por lesão corporal contra Duda. A informação foi dada pela própria influenciadora em suas redes sociais e confirmada pela advogada do artista.

A defesa de Leno Maycon, que usa Nego do Borel como nome artístico, afirmou, em nota, que "ele foi indiciado por lesão corporal devido a perturbações psíquicas, segundo a autoridade policial, e não por agressão física, como a primeira vista parece" e acrescentou que o cantor vai provar sua inocência.

"Com relação ao indiciamento pela lesão corporal cumpre dizer que o fato é extremamente subjetivo, já que considerou perturbações psicológicas, e é só questão de tempo para o Leno também provar sua inocência, pois carece de comprovação fática a qual não se sustentará no processo penal."

Após o término, a influenciadora e atriz o acusou de lesão corporal, violência doméstica, estupro de vulnerável, ameaça e injúria. Ele nega as acusações e chegou a pedir ajuda dos fãs nas redes sociais em fevereiro, afirmando que não sabia até quando iria aguentar ataques e julgamentos.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Brasil

Confira o resultado da Super Sete no concurso 548, nesta sexta

O prêmio é de R$ 1.450.000,00

Brasil

Confira o resultado da Lotomania no concurso 2625, nesta sexta

O prêmio é de R$ 1.000.000,00

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter