últimas notícias

Papa promete 'medidas concretas'

Ao abrir a conferência sobre abuso sexual de menores no Vaticano nesta quinta-feira, o papa Francisco prometeu "medidas concretas e eficientes" para combater o problema na Igreja. O encontro deve durar quatro dias e conta com a participação de líderes católicos de todo o mundo. Francisco afirmou ainda que procurou reunir as autoridade para "ouvir o brado dos pequeninos que estão pedindo justiça". O papa apresentou uma lista com 21 diretrizes, incluindo sugestões como a elaboração de um código compulsório para padres e o treinamento de pessoas para detectar abusos. Charles Scicluna, arcebispo de Malta e um dos organizadores do evento, descreveu as propostas como "um roteiro para o desenvolvimento futuro de políticas [para combater abusos]". Francisco ainda disse que a conferência possibilita tornar "esse mal uma oportunidade para conscientização e purificação" e "curar as graves feridas criadas pelos escândalos de pedofilia". (FP)

Tops da Gazeta