últimas notícias

Belo Horizonte é a capital que mais contrata no Brasil

O movimento na capital mineira ocorre no mês em que o país apresentou, pela primeira vez em 2018, um saldo negativo de vagas formais Por Folhapress De São Paulo

Belo Horizonte é a capital do país com o melhor saldo entre contratações e demissões em junho de 2018, de acordo com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).

O movimento na capital mineira ocorre no mês em que o país apresentou, pela primeira vez em 2018, um saldo negativo de vagas formais.

No balanço de junho, entre admissões e desligamentos em todo o Brasil, foram 661 postos de trabalho destruídos.

Para o coordenador do departamento de economia da Fecomercio de Minas Gerais, Guilherme Almeida, o bom desempenho de Belo Horizonte se explica tanto pela força dos serviços quanto pelo ressurgimento da construção civil.

"Dentro do setor terciário, a atividade financeira e também a imobiliária apresentaram um desempenho positivo ao longo do ano, e isso se repete agora em junho", diz o economista.

No mês, o pior desempenho por setor em Belo Horizonte foi registrado na indústria de transformação, que perdeu 249 vagas. Já a construção civil teve o melhor resultado, com 747 admissões.

"Com a crise, as construções diminuem, e o estoque de imóveis também cai. A procura, porém, ressurge com a redução da taxa básica de juros. Essa demanda faz com que a construção civil volte a apresentar números positivos", afirma Almeida.

No país, o segundo melhor resultado em junho é o de Goiânia, com saldo positivo de 740 vagas. Em seguida vem Brasília, com 484.

Os piores resultados do mês são os de São Paulo e Rio de Janeiro.

Apesar do desempenho negativo no mês, a capital paulista é a que apresenta o melhor saldo no acumulado do ano, com 38.453 vagas.


Veja ranking abaixo com o desempenho das capitais brasileiras em junho de 2018:

2018
Saldo Junho (Admissões - Desligamentos)

Belo Horizonte (MG): 811
Goiânia (GO): 740
Brasília (DF): 484
Manaus (AM): 479
Fortaleza (CE): 353
Vitória (ES): 122
Palmas (TO): 84
São Luís (MA): 81
Rio Branco (AC): -36
Porto Velho (RO): -41
Cuiabá (MT): -63
Campo Grande (MS): -171
Florianópolis (SC): -183
Boa Vista (RR): -204
Maceió (AL): -298
Macapá (AP): -344
João Pessoa (PB): -360
Natal (RN): -407
Porto Alegre (RS): -431
Aracaju (SE): -435
Recife (PE): -661
Teresina (PI): -733
Salvador (BA): -768
Belém (PA): -925
Curitiba (PR): -2225
Rio de Janeiro (RJ): -3584
São Paulo (SP): -5620

Tops da Gazeta