últimas notícias

Acervo

Após fala de Mourão, Bolsonaro diz que criticar 13º é ofensa

A manifestação do candidato aconteceu minutos após vir a público declarações de seu vice, general Hamilton Mourão, de que o 13º salário é uma "jabuticaba brasileira" Por Folhapress De São Paulo

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, recorreu ao Twitter nesta quinta-feira (27) para dizer que criticar o 13º salário é uma ofensa.

A manifestação do candidato aconteceu minutos após vir a público declarações de seu vice, general Hamilton Mourão (PRTB), de que o 13º salário é uma "jabuticaba brasileira", uma "mochila nas costas dos empresários" e "uma visão social com o chapéu dos outros".

"O 13° salário do trabalhador está previsto no art. 7° da Constituição em capítulo das cláusulas pétreas (não passível de ser suprimido sequer por proposta de emenda à Constituição). Criticá-lo, além de uma ofensa à quem trabalha, confessa desconhecer a Constituição", escreveu o candidato, que está internado no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para se recuperar de uma facada.

As críticas ao direito trabalhista foram feitas por Mourão em palestra no Clube dos Diretores Logistas de Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, na quarta-feira (26).

Tops da Gazeta