últimas notícias

Operação da PF apura desvio de dinheiro em universidade no Pará

De acordo com a CGU, a investigação que teve início em no ano passado, após uma denúncia, identificou fraudes em extratos bancários apresentados pela Funpea Por Agência Brasil

Uma organização criminosa responsável por desviar dinheiro público para desenvolvimento de pesquisas é alvo na manhã hoje (27) da Operação Saldo Zero, deflagrada pela Polícia Federal, com o apoio da Controladoria-Geral da União (CGU) e do Ministério Federal (PF) no Pará. Os recursos eram transferidos pela Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) para a Fundação de Apoio à Pesquisa, Extensão e Ensino em Ciências Agrárias (Funpea).

De acordo com a CGU, a investigação que teve início em no ano passado, após uma denúncia, identificou fraudes em extratos bancários apresentados pela Funpea. Na auditoria realizada, verificou-se que dos R$ 23 milhões repassados à fundação, entre 2014 e 2018, nenhum dos 16 projetos examinados foi concluído, sendo que a maioria sequer foi iniciado. “Além disso, não existe perspectiva de conclusão dos projetos em virtude da situação de insolvência da Funpea”.

O grupo criminoso é formado por servidores ativos da universidade, eleitos para cargos de direção da Funpea; sócios de empresas fornecedoras de bens e serviços; e funcionários da Funpea. Apurou-se ainda que os recursos eram desviados principalmente pela contratação de empresas ligadas a funcionários da Funpea por meio de licitações direcionadas. Segundo a CGU, somente uma empresa de fachada recebeu pagamentos de mais de R$ 12 milhões para prestação de serviços de assessoria, porém não comprovados. A empresa é ligada a ex-empregados da fundação.

Policiais federais estão cumprindo sete mandados de prisão temporária e 11 de busca e apreensão em endereços em Belém e Ananindeua, no Pará. O nome da operação, Saldo Zero, é uma referência ao volume de dinheiro encontrado nas contas-correntes dos projetos, “cujos recursos foram integralmente desviados pela organização criminosa”.

Tops da Gazeta