últimas notícias

Pecuarista colombiano morre após ser vítima de assalto em Minas Gerais

O colombiano tinha deixado a Expozebu e tinha como destino um hotel de Uberaba. Ele foi baleado dentro do táxi num assalto logo após deixar o local onde é realizada a exposição Por Folhapress

O pecuarista colombiano J.G.H.A., 53, morreu nesta quinta-feira (2) depois de ter sido baleado dentro de um táxi na noite de quarta (1) em Uberaba, no Triângulo Mineiro.

O colombiano, que integrava a associação de criadores de gado zebu da Colômbia, tinha deixado a Expozebu, mais tradicional evento da pecuária zebuína no país, e tinha como destino um hotel da cidade mineira. Ele foi baleado dentro do táxi num assalto no bairro São Benedito, logo após deixar o parque Fernando Costa, onde é realizada a exposição.

Segundo a polícia, o taxista contou que o colombiano pediu para ir a um endereço que ele não compreendeu, por não entender espanhol. Com isso, parou o carro numa avenida para ver num aplicativo do celular do colombiano o endereço desejado.

Um motociclista parou ao lado da janela em que o colombiano estava e, armado, anunciou o assalto. De acordo com o registro policial, a vítima se recusou a entregar o relógio Rolex que usava e tentou desarmar o assaltante.

Enquanto isso, um outro assaltante chegou ao local pela porta do motorista, desligou o carro e disse ao outro ladrão para atirar na vítima. Ele atirou no abdome do colombiano, pegou o relógio e a dupla fugiu. O pecuarista chegou a ser socorrido ao Hospital de Clínicas da UFTM (Universidade Federal do Triângulo Mineiro) e passou por cirurgia, mas morreu nesta quinta-feira, às 10h05.

Aponte estava na Expozebu com uma comitiva formada por outras dez pessoas de seu país. A Polícia Militar fez buscas na região do crime, mas não encontrou os assaltantes. O taxista foi ouvido na delegacia e liberado.

Arnaldo Manuel de Souza Machado Borges, presidente da ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores de Zebu), que organiza a Expozebu, decretou luto oficial até o fim do evento devido à morte do colombiano. "Em sinal de respeito, todas as bandeiras do parque Fernando Costa estão hasteadas a meio mastro e assim ficarão até o próximo domingo (5), quando termina a Expozebu", diz trecho de comunicado de Borges.

A ABCZ informou reforçar sua admiração ao trabalho desenvolvido pelo pecuarista no reconhecido criatório Hacienda Rancho Pando, "tanto que se interessou pela participação em nossa Expozebu, em especial no compartilhamento de experiências e busca por conhecimento para aprimoramento da seleção". "É inaceitável assistirmos a tamanho ato de violência e ver que ela se torna um obstáculo para aqueles que lutam pelo desenvolvimento de seus países e, principalmente, pela nobre missão de alimentar o mundo."

Tops da Gazeta