últimas notícias

Exportação de carne de frango sobe 14,4% em maio ante maio de 2018, diz ABPA

No total, foram exportadas 381,1 mil toneladas, ante 333,2 mil toneladas no mesmo mês de 2018 Por Estadão Conteúdo De São Paulo

As exportações brasileiras de carne de frango (in natura e processados) cresceram 14,4% em maio de 2019 ante o mesmo mês do ano passado, informou nesta sexta-feira, 7, a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). No total, foram exportadas 381,1 mil toneladas, ante 333,2 mil toneladas no mesmo mês de 2018. A receita das vendas foi de US$ 658,9 milhões, aumento de 27,3% ante o mesmo período de 2018.

A principal compradora da carne de frango brasileira em maio foi a China, com 14,7% de participação. No período, o país asiático adquiriu 54,8 mil toneladas.

"A China se isolou como principal destino dos embarques brasileiros. O efeito gerado no mercado pela crise sanitária no país asiático impulsionou as importações, o que gerou efeitos, também na rentabilidade do mercado, com elevação de preços médios", destacou o presidente da ABPA, Francisco Turra, em comunicado divulgado para a imprensa. Na sequência, os Emirados Árabes responderam por 8,2% do volume total embarcado em maio e a União Europeia (UE) por 7%.

Com o resultado, as exportações totais de carne de frango nos cinco primeiros meses do ano atingem 1,659 milhão de toneladas, 3,6% a mais do que no mesmo período de 2018. A receita obtida aumentou 6,3%, para US$ 2,766 bilhões.

A China também é a maior compradora do quadrimestre, com 12,8% de participação. A Arábia Saudita ocupa a segunda colocação no período, com 12,0% de participação, seguida por Japão (10,1%) e Emirados Árabes (9,7%).

Tops da Gazeta