X

HISTÓRIA ANTIGA

Bolsonaro já deu resposta ríspida sobre Amazônia para jornalista desaparecido

Em seu primeiro ano de governo, 2019, o presidente disse para Dom Phillips que a Amazônia era do Brasil e não dos estrangeiros

Folhapress

Publicado em 08/06/2022 às 16:27

Atualizado em 08/06/2022 às 16:33

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

ISAC NÓBREGA/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL), que nesta terça-feira minimizou o desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e ao jornalista britânico Dom Phillips, não localizados desde o último domingo (5), deu uma resposta ríspida a uma pergunta desse mesmo jornalista em 2019, seu primeiro ano de governo.

O jornalista questionou o presidente sobre escalada do desmatamento na Amazônia. Bolsonaro respondeu: "Primeiro você tem que entender que a Amazônia é do Brasil, não é de vocês. A primeira resposta é essa daí, tá certo?".

Phillips em seguida se tornou alvo de apoiadores de Bolsonaro. O vídeo foi replicado nas redes bolsonaristas e ganhou milhares de visualizações.

"Dom ficou muito abalado com esse vídeo. Ele sentiu que isso colocava um alvo em suas costas e dificultava seu trabalho. Ele foi reconhecido em toda a Amazônia e em seu cotidiano por todos os tipos de pessoas como 'o jornalista que levou um esporro do Bolsonaro'", afirma o jornalista Andrew Fishman, amigo de Phillips.

Organizações que acompanham o caso --entre elas a que tinha o servidor licenciado da Funai (Fundação Nacional do Índio) como seu colaborador-- apontaram nesta terça-feira (7) omissão das autoridades e falta de uma força-tarefa dedicada à operação.

Bolsonaro classificou de "aventura" a viagem dos dois pelo oeste do estado do Amazonas. Phillips estava realizando uma cobertura jornalística e contava com o apoio de Pereira.

Os dois desapareceram enquanto viajavam da comunidade de São Rafael para a cidade de Atalaia do Norte, região do Vale do Javari. O trajeto deveria durar cerca de duas horas, mas ambos não retornaram à cidade.

Segundo informações divulgadas pela Marinha, Polícia Federal, Polícia Civil, Governo do Amazonas e Itamaraty, as operações de resgate contam com helicóptero, barcos, jet ski, mergulhadores e batalhões especiais. Ainda segundo os órgãos, mais reforços são previstos.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

JOGOS DO DIA

Palmeiras em campo neste sábado; veja onde assistir aos jogos do dia

Bola rola no Brasileirão Série A, B, C, D, Sub-20 e Copa Paulista

ZONA SUL

Homem não consegue furtar e taca fogo em loja da Oxxo em SP

Suspeito teria confessado o crime e dito que já havia incendiado uma outra unidade da mesma rede

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter