últimas notícias

SP troca de secretário pela quinta vez

A gestão municipal de São Paulo, iniciada com João Doria (PSDB) e hoje sob Bruno Covas (PSDB), trocou pela quinta vez o titular da Secretaria de Assistência Social.

A pasta, sob forte contingenciamento pela equipe de Covas, perdeu nesta terça-feira o seu titular, Cláudio Tucci Junior, exonerado a pedido. A passagem-relâmpago dele pela pasta havia começado no mês de abril e durou menos de dois meses.

O adjunto Marcelo Del Bosco assumirá até Covas anunciar o secretário permanente. A secretária municipal de Direitos Humanos, Berenice Giannella, é cotada para assumir o cargo -antes de entrar para a gestão Covas, ela havia sido presidente da Fundação Casa, que abriga adolescentes infratores, por 12 anos.

Covas costuma dizer que assistência social é sua prioridade, mas, até o momento, sua ação mais ruidosa na área é um forte contingenciamento de verbas. Irregularidades em abrigos municipais também desgastaram a imagem do prefeito.

Após os cortes, no fim de março, o então secretário José Castro se demitiu, acusando o prefeito de precarizar a pasta.

"O que me preocupa são medidas tomadas sem a consideração das características do sistema único de assistência social e que podem precarizar a rede de serviços. Não acredito que seja possível a manutenção da rede socio-assistencial com um corte da ordem de R$ 240 milhões. Mantido o congelamento, a precarização vai acontecer", disse Castro ao jornal "Folha de S. Paulo" em março. (FP)

Tops da Gazeta