últimas notícias

Reclamação sobre abelhas em SP chega a 5 mil

O número é 24,2% maior se comparado com o mesmo período de 2017, quando foram registradas 4.520 ocorrências Da Reportagem De São Paulo

A Prefeitura de São Paulo registrou no primeiro semestre deste ano mais de 5 mil reclamações sobre vespas e abelhas. O número, extraído pelo canal 156 do órgão, é 24,2% maior se comparado com o mesmo período de 2017, quando foram registradas 4.520 ocorrências.

De acordo com relatório publicado pela própria prefeitura paulistana, o canal de solicitação de serviços foi chamado 5.614 vezes entre 1 de janeiro a 30 de junho para que se realizassem a retirada de insetos dos domicílios. No entanto, quatro meses após o término do balanço, ainda falta solução para 1.163.

Segundo a professora de biologia da Universidade Presbiteriana Mackenzie Paola Lupianhes Occo, o aumento de abelhas e vespas é justificado por dois fatores. O primeiro é o desmatamento florestal. “Estamos desmatando cada vez mais o ambiente natural das abelhas. Na fuga de incêndios, por exemplo, elas acabam indo para centros urbanos”, explica.

Segundo a professora, o segundo fator é o período da seca. “Acontece o enxameamento de abelhas nesses dias que antecedem a primavera. Escolhem uma rainha virgem e formam uma nova colmeia. E instalam-se em outro lugar”, explica.

No primeiro semestre de 2017, 4.438 pessoas reclamaram dos insetos. Destes, 4.352 pedidos foram atendidos e finalizados. Já no segundo semestre, a prefeitura catalogou 4.520 episódios. Destes, 4.204 foram resolvidos.

Tops da Gazeta