últimas notícias

Jovem linchado era procurado pela família

A agressão aconteceu em frente a Faculdade de Direito da USP, onde acontecia uma festa universitária Da Reportagem De São Paulo

O homem de 29 anos que morreu após ser espancado por quatro rapazes na madrugada do último sábado, no Largo de São Francisco, na região central de São Paulo, era considerado desaparecido pela família há uma semana, desde que foi colocado em liberdade da penitenciária de Florínia, no interior paulista. O homem cumpria pena por roubo.

F.C. de J. estava preso desde 2016, mas o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) reduziu o tempo de condenação. Ele foi solto em 21 de setembro e, desde então, não entrou em contato com os familiares, que passaram a fazer campanhas para encontrá-lo.

A agressão aconteceu em frente a Faculdade de Direito da USP, onde acontecia uma festa universitária.

O espancamento, registrado em câmeras de segurança, durou cerca de um minuto e mostrou quatro rapazes agredindo o jovem.

O caso foi registrado no 8º Distrito Policial, do Brás. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) prossegue com as investigações por meio de inquérito policial para identificar os autores do crime.


*Com informações da Folhapress

Tops da Gazeta