últimas notícias

PMs vão a júri por matar jovem na zona sul de SP

Em abril de 2017, os policiais militares abordaram o jovem em uma rua da Cidade Ademar quando se iniciou uma sessão de espancamento Da Reportagem De São Paulo

Dois policiais militares do 22º Batalhão da Polícia Militar vão a júri popular em 17 de janeiro de 2019 acusados de matar a pauladas G.P., 16 anos, no ano passado. A decisão foi proferida pela juíza Debora Fairarone, da 1ª Vara do Júri de São Paulo.

Em 16 de abril de 2017, os policiais militares T.Q.M. e J.A. de S. abordaram o jovem em uma rua da Cidade Ademar, na zona sul da Capital, quando se iniciou uma sessão de espancamento. Quatro dias depois, o jovem morreu em um hospital.

De acordo com a Justiça, o apelido de J.A. de S. era “Negão da Madeira”, porque costumava revistar quem considerava suspeito com um pedaço de madeira à mão. A justiça ainda diz que o jovem recebeu várias pancadas na cabeça. O outro PM não fez nada para evitar a violência. A morte foi causada por parada cardíaca.

Tops da Gazeta