últimas notícias

Lava Jato prende seis na Capital

A Polícia Federal também cumpriu outros 29 mandados de busca e apreensão no estado. A investigação apura superfaturamento na obra da sede da Petrobras em Salvador Da Reportagem De São Paulo

Nesta sexta-feira, a 56ª fase da Operação Lava Jato cumpriu seis mandados de prisão temporária na Capital, além de outros seis mandados de prisão temporária e dois de prisão preventiva no estado de São Paulo. A Polícia Federal (PF) também cumpriu outros 29 mandados de busca e apreensão no estado. A investigação apura superfaturamento na obra da sede da Petrobras em Salvador, capital da Bahia.

Além da cidade de São Paulo, a PF cumpriu mandados nos municípios paulistas de Campinas, Santo André, Guarulhos, Indaiatuba e Bragança Paulista.

Os presos foram encaminhados para a superintendência da PF em Curitiba (PR).

Ao total pelo País, a PF foi às ruas dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia para cumprir 68 mandados de busca e apreensão, 14 de prisão temporária e oito de prisão preventiva, ou seja, por tempo indeterminado.

De acordo com a PF, as empresas OAS e Odebrecht, que construíram a sede da Petrobras em Salvador, distribuíram vantagens indevidas de pelo menos 10% do valor da obra para agentes públicos da Petrobras, do PT e dirigentes da Petros entre 2009 e 2016.

Essa nova etapa foi autorizada pela juíza substituta Gabriela Hardt e por Sérgio Moro. Com a ida de Moro para o Ministério da Justiça, Hardt ficará à frente da Operação Lava Jato até 20 de abril do próximo ano.

Tops da Gazeta