últimas notícias

Após reerguer viaduto, prefeitura usa ultrassom para fazer varredura

Técnicos vão utilizar equipamento para realizar varredura detalhada nos próximos 15 dias Da Reportagem De São Paulo

Neste domingo (2), a Prefeitura de São Paulo finalizou o macaqueamento do viaduto que cedeu em 15 de novembro na marginal Pinheiros, próximo da ponte Jaguaré, na zona oeste, elevando sua estrutura. Agora, técnicos vão usar um ultrassom para realizar uma varredura detalhada da situação do interior do viaduto. A avaliação deve durar ao menos 15 dias. Só depois disso prazos serão fixados.

“Hoje, a gente descarta 100% a hipótese de demolição do viaduto. Com o resultado que a gente teve aqui do macaqueamento, a gente consegue prever isso”, afirmou o prefeito Bruno Covas (PSDB). A circulação interrompida no trecho da linha 9-esmeralda foi liberada neste domingo às 15h30, segundo a CPTM. Os trens continuarão com velocidade reduzida nas proximidades do viaduto.

O macaqueamento, técnica em que macacos hidráulicos são instalados na base da estrutura para içá-la, começou na manhã de sábado (1°) e o encerramento foi anunciado pelo prefeito de São Paulo na tarde deste domingo.

Questionado sobre o fato de o viaduto não parecer totalmente nivelado, Covas disse que o processo concluído “não é a obra de recuperação do viaduto”.

“Agora os técnicos vão poder fazer o estudo completo para ver qual a obra de engenharia necessária para poder fazer a remediação”, afirmou. “Estamos comemorando o macaqueamento, que era o que estava previsto para acontecer entre o 25° e 30° dia depois do incidente”, disse o prefeito.

Os trabalhos encerrados neste domingo foram a terceira etapa concluída pela prefeitura - o escoramento e a construção das estacas foram as primeiras.

*Com informações da Folhapress

Tops da Gazeta