últimas notícias

IML demora 9 horas para buscar mulher

A mulher estava esperando em um ponto um ônibus para ir para casa. Foi quando se sentiu mal e caiu sem vida às 17h de segunda (3). Entretanto, somente às 3h de terça (4) que o IML apareceu Da Reportagem De São Paulo

O corpo de uma pastora evangélica, que morreu nesta segunda-feira (3) após passar mal na rua, levou nove horas para ser retirado pelo Instituto Médico Legal, na zona norte de São Paulo.

A mulher de 48 anos estava esperando em um ponto um ônibus para ir para casa. Foi quando se sentiu mal e caiu sem vida às 17h.

O boletim de ocorrência foi registrado às 20h no 20º Distrito Policial, no bairro da Água Fria. Somente às 3h da madrugada de terça-feira que o IML apareceu para retirar o corpo. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que essa demora não é o padrão e que irá apurar o caso.

Tops da Gazeta