últimas notícias

Radar novo em túnel do Ibirapuera é o campeão de multas por velocidade em SP

Segundo a Prefeitura, sob a gestão Bruno Covas (PSDB), foram cometidas no local 58.938 por excesso de velocidade em apenas quatro meses. Por Folhapress De São Paulo

Um radar instalado em julho do ano passado no túnel Ayrton Senna, sob o parque Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, assumiu a liderança no número de multas aplicadas por meio eletrônico na capital paulista.

Segundo a Prefeitura, sob a gestão Bruno Covas (PSDB), foram cometidas no local 58.938 por excesso de velocidade em apenas quatro meses.

Antes, o radar que mais multava era o da avenida dos Bandeirantes, próximo à avenida Washington Luiz, em Campo Belo, também na zona sul.

Entre julho e outubro (último mês disponível para consulta), o radar, que fica 451 metros antes da saída do túnel, registrou uma multa por excesso de velocidade a cada três minutos, em média.

Logo na entrada do túnel, o motorista pode avistar faixa informando que, desde julho, há fiscalização eletrônica (velocidade máxima 50 km/h). Em direção à av. Juscelino Kubitschek, há cinco pontos com placas nas duas paredes do túnel e marcação de solo indicando o limite.

Apesar disso, foram 40.296 multas por transitar em até 20% acima do permitido, 14.229 por velocidade entre 20% e 50% acima do permitido e 3.630 por mais que 50%. Foram também 783 autuações por rodízio.

Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), são 47 mil veículos por dia no local, em média. Entre 2012 e 2017, foram registrados 58 acidentes no túnel e, nos dois meses seguintes à instalação do radar, apenas um, não relacionado com excesso de velocidade.

A CET diz ainda que, entre julho e outubro, 138 km/h foi a maior velocidade flagrada no local. Em abril passado, reportagem mostrou que motoristas apostavam corrida em três túneis da capital (Ayrton Senna, Fernando Vieira de Melo e Max Feffer). Havia apenas câmeras.

Os rachas são normalmente combinados em redes sociais ou por meio de celulares, de modo a driblar a polícia, embora também ocorram intempestivamente. Uma acelerada ou uma cantada de pneu são senhas quando racheiros se cruzam.

O Código Brasileiro de Trânsito estabelece multa de R$ 2.934,70 para quem é flagrado numa corrida de rua, bem como prevê a suspensão do direito de dirigir e a apreensão do veículo.

Na época a gestão municipal afirmou que instalaria os radares nos túneis para coibir a prática. Com a instalação, o do Ibirapuera já aparece como o que mais registra infrações na cidade.

Tops da Gazeta