últimas notícias

Polícia encontra cão furtado em porta de supermercado em São Paulo

Segundo a investigadora Daliane Soroba, o filhote, que estava desaparecido desde quinta (4), foi reconhecido pelo dono de um hotel, que viu Café em reportagens Por Folhapress De São Paulo

Após quatro dias de investigação, polícias do 6º DP (Cambuci) encontraram o filhote de shih-tzu que foi furtado em frente ao supermercado Minuto Pão de Açúcar, na noite de quinta-feira (4), na região da Liberdade (centro). O casal que furtou o cachorro, chamado de Café, ainda não foi localizado.

Segundo a investigadora Daliane Soroba, o filhote foi reconhecido pelo dono de um hotel, que viu Café em reportagens. "Recebemos a informação de que o filhote poderia estar na região da cracolândia [no centro de SP] e rumamos para lá".

Segundo o dono do hotel, que é testemunha do caso, o cão foi vendido por R$ 400, por um casal que furtou o filhote - em uma área destinada para se deixar animais, enquanto tutores fazem compras, do Pão de Açúcar.

Na ocasião do furto, a tutora de Café, a professora universitária J.R.D., 44 anos, disse que foi ao mercado fazer uma compra rápida. Antes disso, colocou o filhote em uma área destinada aos cães. "Fiquei menos de 15 minutos no mercado e, quando voltei, só estava a coleira do Café presa."

A princípio, a professora imaginou que o cão havia se soltado. "Eu gritei loucamente pelo Café, mas ele não apareceu". Na área de espera de animais, segundo a vítima, não havia segurança.

A dona do cãozinho pediu apoio a funcionários do mercado, que a deixaram assistir às imagens captadas pela câmera de vigilância. Segundo o vídeo, um homem e uma mulher se aproximam do cachorrinho. "A mulher gesticula para que o homem não pegue o Café, mas ele não dá ouvidos, tira ele da guia e o leva no colo", disse a professora. O cachorro, segundo a vítima, é sociável e, por isso, não estranhou o criminoso.

Segundo o investigador Sergio Ricardo, o vídeo ajudará a identificar o casal.

A tutora de Café aguardava o filhote em frente à delegacia. Por volta das 15h, houve o reencontro. "Nós investigamos qualquer caso que chegue à delegacia e nos empenhamos para solucionar a todos", afirmou a investigadora Daliane.

Segundo o delegado titular do 6º DP, Nelson Camargo Rosas, as investigações continuam para identificar o casal que vendeu Café.

Resposta

O Pão de Açúcar afirmou na ocasião lamentar o furto de Café. Acrescentou que, assim que soube do crime, ofereceu "total apoio" à cliente, realizando buscas na região da loja também.

Tops da Gazeta