últimas notícias

Virada Cultural tem Caetano Veloso, Anitta e Pabllo Vittar

Pela primeira vez, a Virada Cultural acontecerá nas 32 subprefeituras de São Paulo Da Reportagem De São Paulo

Nos dias 18 e 19 de maio, a 15ª edição da Virada Cultural acontece em São Paulo, com atrações nas 32 subprefeituras da cidade. Serão 1200 atividades, que acontecerão em 250 pontos diferentes, com expectativa de público de 5 milhões de pessoas.

No Centro haverá palcos com apresentações temáticas. Na Luz, o ritmo é de música sertaneja, com destaque para as apresentações de Marcos e Belutti e Naiara Azevedo. Na Praça da Sé, a música cristã embala os participantes, que terá shows de Rosa de Saron e do Coral da Escola de Música do Municipal.

É no Centro também que haverá palcos destinados ao rap, MPB, choro, samba, manifestações culturais de vários estados brasileiros, além, claro, de atrações como Anitta, Pabllo Vittar, Caetano Veloso, IZA, Criolo, Vitor Kley, Lucas Lucco, Diogo Nogueira e Angela Ro Ro.

Outra novidade da Virada deste ano é o Música nas Sacadas, com música brasileira, rock, seresta e óperas, também no Centro. No Copan, cantores como Zélia Duncan, Maria Gadú, André Abujamra e outros participam do palco Itamar 70, que homenageia os 70 anos de nascimento do multi-instrumentista Itamar Assumpção.

Teatro, circo e festas

Além da música, o teatro tem vez na Virada. A atriz Andréa Beltrão apresenta “Antígona”, no Theatro Municipal, peça baseada na tragédia do grego Sófocles; e espetáculos independentes como “Roda Viva”, no Teatro Oficina; “A Alma Imoral”, com a atriz Clarice Niskier.

Para quem gosta de dança, terá à disposição o Diálogo entre Música e Dança, com a bailarina Morena Nascimento e o músico Benjamin Taubkin no Pateo do Collegio e as comissões de frente de escolas de samba de São Paulo, na avenida Cásper Líbero.

Tem também a batalha do passinho na rua 15 de Novembro; a ocupação “A rua é clássica”, com bailarinas de ponta no Viaduto do Chá, e desfiles de Carnaval com o Ilê Ayê, Tarado ni você e Casa Comigo.

A Virada Cultural também pensou no estômago dos participantes: serão oito praças gastronômicas espalhadas pela cidade, além de pontos de food trucks, tendas, restaurantes e bares, que ficarão abertos durante toda a programação.

Na avenida Ipiranga haverá a Praça Sabores do Mundo, com opções da culinária internacional. No Largo do Arouche, a feira de economia criativa Solando Trindade vai reunir gastronomia, artes e moda, como parte do projeto “Mãos e Mentes Limpas”, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico.

No Boulevard São João, haverá uma tenda do chef Yun Hwang, do restaurante Portal da Coreia, que vai apresentar aos participantes uma amostra da culinária coreana, em comemoração aos 60 anos das relações diplomáticas Brasil-Coreia.

Para completar o cardápio, as praças Comida Popular na Luz, Sabores do Brasil, no Anhangabaú, e Cervejas Artesanais, ao lado da Biblioteca Mário de Andrade, trazem mais sabores para a Virada.

Mas, quem não puder comparecer à Virada Cultural deste ano, a plataforma de streaming Spcine Play vai transmitir, pela primeira vez, parte das atrações em tempo real, no site www.spcineplay.com.br.

Para mais informações sobre a programação, como os endereços, horários e atividades, acesse agendao.prefeitura.sp.gov.br.

Crianças têm atividades exclusivas na Virada

Os pequenos não ficaram de fora das atividades da Virada Cultural. Música, teatro, exposições e oficinas fazem parte da programação voltada para o público infantil.

Um dos destaques musicais é o show do Palavra Cantada no Vale do Anhanbagaú, no sábado, às 18h. Mas não é só isso. A Biblioteca Monteiro Lobato (R. Gen. Jardim, 485, Vila Buarque) tem uma programação especial, que vai varar a madrugada. Lá, haverá acampamento com direito a montagem de barracas e contação de histórias.

Na Câmara Municipal, no Viaduto Jacareí, 100, a sala Sérgio Vieira de Mello estará reservada para filmes da Disney, como Dumbo, O Rei Leão, A Pequena Sereia, Pocahontas, A Bela e a Fera, entre outros.

Em CEUs, centros, unidades do Sesc e casas de cultura em vários pontos da Capital, as crianças poderão se divertir na cama elástica, pintura de rosto, contação de histórias, oficinas de slime, ciências, malabares, turbantes e aulas de música.

Metrô e CPTM funcionam 24 horas no final de semana

No fim de semana da Virada, os trens do Metrô e da CPTM vão funcionar sem interrupções, entre o dia 18 (sábado) e 19 (domingo), para facilitar o transporte dos participantes e leva-los aos pontos da cidade onde as atrações estarão acontecendo.

Haverá uma equipe reforçada de agentes de segurança nas estações, especialmente naquelas próximas aos eventos.

A Prefeitura também vai disponibilizar 1500 seguranças particulares, além de agentes da PM e GCM, para garantir a segurança dos participantes. O efetivo será reforçado por 630 bombeiros, para prestar assistência a quem estiver na Virada.

Haverá nove postos de atendimento médico em pontos estratégicos, 87 ambulâncias para remoção de pacientes, com 14 UTIs móveis. Cerca de 150 pessoas, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, estarão à disposição dos participantes nos locais do evento.

Tops da Gazeta