últimas notícias

Público enfrenta fila de até 6h para ver exposição de Tarsila do Amaral

Até o último domingo (21), o Masp recebeu 350 mil pessoas para ver as obras da artista modernista Da Reportagem De São Paulo

A exposição "Tarsila Popular", com obras de Tarsila do Amaral, é o maior público dos últimos 20 anos do Museu de Arte de São Paulo (Masp). Até o último domingo (21), o Masp recebeu 350 mil pessoas para ver as obras da artista modernista.

A fila nesta terça-feira (23), dia de entrada gratuita no museu, era gigantesca na instituição, e poderia durar até seis horas. A exposição vai até domingo (28) e, até lá, a expectativa é que mais 30 mil pessoas vejam a mostra.

Em entrevista ao "G1", a pequena Tarsila da Silva Souza, de 4 anos, foi conhecer as obras de sua homônima famosa ao lado da mãe. A pequena Tarsila aprovou. "Eu achei muito legal, tia", disse ela.

O quadro que mais chama a atenção do público é o Abaporu (1928), que pertence a um museu argentino e não visitava a cidade desde 2008. A obra causou uma fila enorme nesta terça de pessoas querendo tirar uma selfie. Foi necessário deixar uma orientadora exclusivamente para impedir que as pessoas toquem na obra.

Tops da Gazeta