Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Quarta, 14 Agosto 2019 18:16

Câmara de SP deve mudar regra para dar título de cidadão paulistano a Mourão

A homenagem envolve uma operação para mudar o regimento interno da Câmara, que proíbe a homenagem de pessoas a pessoas no exercício de cargos ou funções executivas
O texto resume a carreira de Mourão no Exército e condecorações recebidas pelo general O texto resume a carreira de Mourão no Exército e condecorações recebidas pelo general Tomaz Silva/Agência Brasil
Por Folhapress
De São Paulo

O presidente da Câmara de São Paulo, Eduardo Tuma (PSDB), propôs homenagear o vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), com o título de cidadão paulistano.

A homenagem envolve uma operação para mudar o regimento interno da Câmara, que proíbe a homenagem de pessoas a pessoas no exercício de cargos ou funções executivas, eletivas ou por nomeação.

A mudança será viabilizada pela vontade de outros vereadores de homenagear outras autoridades em cargos eletivos, incluindo o PT.

O acordo deve ser aprovado nos próximos dias. Depois disso, os vereadores ficarão livres para homenagear pessoas em cargo eletivo.

"A propositura se mostra de muito valor por honrar alguém que possui efetivo papel em nossa política social", afirmou Tuma, em seu requerimento.

O texto resume a carreira de Mourão no Exército e condecorações recebidas pelo general. Procurado pela Folha de S.Paulo, Tuma não quis se manifestar sobre o assunto.

A proximidade de Mourão com tucanos paulistas incomoda o núcleo ligado ao presidente Jair Bolsonaro (PSL). O governador João Doria (PSDB) é visto como um provável rival de Bolsonaro na disputa para o Planalto.

O vice-presidente foi alvo, neste ano, de ataques dos filhos do presidente, principalmente o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ).

Neste ano, Mourão recebeu a Medalha Pedro Ernesto na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Carlos Bolsonaro saiu da Casa minutos antes da solenidade de premiação.

No ano passado, atropelando o PSL, Mourão anunciou apoio a João Doria (PSDB) para o governo de São Paulo. Na ocasião, o senador eleito Major Olímpio afirmou que o então candidato a vice "só atrapalha".

A Folha procurou Mourão, mas não obteve resposta.

A mudança do regimento deve ser apoiada até por petistas, interessados em também homenagear as autoridades com cargos eletivos.

"Eu sou favorável [à mudança do regimento], porque quero homenagear o Wellington Dias [governador do Piauí, do PT]", disse o líder do partido na Câmara, vereador Alfredinho.

Alfredinho afirmou que as pessoas que querem homenagear Mourão estão no "direito delas". "Eu não daria um título para o Mourão. Mas o que desabona a pessoa para não ser homenageado é uma condenação, algum assim".

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado