últimas notícias

Acervo

Vila da década de 50 é demolida na zona leste de SP

Mesmo com obra embargada pela prefeitura, vila construída na década de 1950, foi demolida Da Reportagem De São Paulo

Mesmo com obra embargada pela Prefeitura de São Paulo, uma vila construída na década de 1950, na zona leste da capital paulista, foi demolida neste domingo (1º). Um dia antes, fiscais de prefeitura foram vistoriar a obra, que estava sem tapumes, e por isso foi embargada.

Apesar do embargo, o conjunto de 40 casas no Tatuapé, chamada de Vila Operária João Migliari, foi demolido ontem pela empresa responsável, que tinha alvará de demolição. De acordo com a Subprefeitura da Mooca, a empresa foi multada, num total de R$ 44 mil, por fazer a demolição sem tapumes e por desrespeitar o embargo.

A vila fica numa rua paralela à avenida Radial Leste, a menos de 500 metros da Estação Carrão da linha 3-Vermelha do Metrô.

Abaixo-assinado

Em maio, um grupo de urbanistas e moradores realizaram um abaixo-assinado, de tombamento do quarteirão onda a vila está localizada. Uma reunião chegou a ser marcada para esta segunda-feira pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp), porém a vila operária foi demolida antes.

Tops da Gazeta

Vila da década de 50 é demolida na zona leste de SPVila da década de 50 é demolida na zona leste de SP
últimas notícias

Acervo

Vila da década de 50 é demolida na zona leste de SP

Mesmo com obra embargada pela prefeitura, vila construída na década de 1950, foi demolida Da Reportagem De São Paulo

Mesmo com obra embargada pela Prefeitura de São Paulo, uma vila construída na década de 1950, na zona leste da capital paulista, foi demolida neste domingo (1º). Um dia antes, fiscais de prefeitura foram vistoriar a obra, que estava sem tapumes, e por isso foi embargada.

Apesar do embargo, o conjunto de 40 casas no Tatuapé, chamada de Vila Operária João Migliari, foi demolido ontem pela empresa responsável, que tinha alvará de demolição. De acordo com a Subprefeitura da Mooca, a empresa foi multada, num total de R$ 44 mil, por fazer a demolição sem tapumes e por desrespeitar o embargo.

A vila fica numa rua paralela à avenida Radial Leste, a menos de 500 metros da Estação Carrão da linha 3-Vermelha do Metrô.

Abaixo-assinado

Em maio, um grupo de urbanistas e moradores realizaram um abaixo-assinado, de tombamento do quarteirão onda a vila está localizada. Uma reunião chegou a ser marcada para esta segunda-feira pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp), porém a vila operária foi demolida antes.

Tops da Gazeta