últimas notícias

Suspeito de receptar peças de bronze de cemitério é preso em SP

Dupla presa horas antes pelo furto entregou para a polícia o esquema de venda de peças Da Reportagem De São Paulo

Um homem foi preso nesta quinta-feira (4) por suspeita de receptar as peças de bronze furtadas do Cemitério da Consolação, no centro da Capital. Uma dupla que havia sido presa horas antes por suspeita de ter realizado o furto entregou para a polícia o esquema de venda das peças.

Havia sido furtados um busto e uma estátua. As peças passaram a manhã de quinta em um caminhão, em frente à delegacia, enquanto a polícia interrogava o suspeito, que é dono de um galpão na rua do Triunfo, no centro de São Paulo.

Em entrevista à "TV Globo", o guarda civil metropolitano Rogério de Almeida Assunção explicou o esquema. "Não entram as peças no interior do ferro-velho. Segundo o meliante, um caminhão, modelo HR, fica do lado de fora com o baú aberto e um cadeado aberto e eles são orientados a abrir esse baú, colocar o que furtaram do cemitério, depois trancam o baú com cadeado, a porta do baú vai estar aberta e terá uma sacolinha com dinheiro da compra", disse.

De acordo com a prefeitura, a Guarda Civil Metropolitana (GCM) prendeu 46 pessoas neste ano por furtos em cemitérios de São Paulo.

Entre janeiro e setembro deste ano, a GCM recuperou 1.270 peças de bronze, 20 estátuas e seis peças metálicas.

Tops da Gazeta