últimas notícias

Jovem perde visão após ser atingida por bala de borracha em São Paulo

Adolescente diz que foi atingida quando baile funk já estava praticamente vazio Da Reportagem De São Paulo

Uma adolescente de 16 anos perdeu a visão do olho esquerdo após ser atingida por um disparo de bala de borracha na madrugada de domingo (10), na dispersão de um baile funk em Guaianases, na zona leste da Capital.

A Polícia Militar disse que "policiais do 28º BPM/M realizavam a operação 'Noite Tranquila', com o objetivo de coibir ocorrências de perturbação de sossego, quando, cerca de 700 pessoas, obstruíram a rua citada, sendo necessário o uso de técnicas de controle de distúrbios para conter a multidão". A corporação informa ainda que não houve relatos de feridos e que a Polícia Civil não localizou registros de boletins de ocorrência. As informações são do "G1".

A reportagem apurou que a jovem Gabriella Talhaferro de fato não registrou o ocorrido em uma delegacia porque estava internada no Hospital São Paulo, onde passou por cirurgia no domingo.

O relato da adolescente contradiz a versão da PM. Segundo ela, a multidão já havia sido dispersada quando foi atingida. "Eles já tinham dispersado as pessoas. Na hora que eu estava na rua, que eu fui atingida, já não tinha quase ninguém na rua", disse.

A mãe de Gabriella, Kelly Talhaferro, disse que a filha tem passado por momentos muito dolorosos.

"Ela está sofrendo muito. Tem horas que ela fica um pouco mais animada, e tem horas que se revolta, diz que deveria ter morrido", contou a mãe.

"Primeiramente, quero que os responsáveis sejam punidos", disse a mãe, que afirmou que irá entrar na Justiça.

Procurado pelo "G1", o ouvidor das polícias de São Paulo, Benedito Mariano, disse que foi procurado pela família, e que, após ouvi-los, irá solicitar investigação. "Vou abrir procedimento na Ouvidoria e encaminhar para a Corregedoria da PM", disse o ouvidor.

Tops da Gazeta