Publicidade

X
POR ISOLAMENTO

Covas assina decreto que antecipa dois feriados para esta semana

Objetivo da proposta é o de aumentar o isolamento social na Capital por meio de um "feriadão"

Publicidade

Medida foi tomada para incentivar o isolamento social na cidade de São Paulo / Bruno Fernandes/Fotoarena/Folhapress

Após assinatura do prefeito Bruno Covas (PSDB), o decreto que antecipa os feriados de Corpus Christi e do Dia da Consciência Negra para quarta (20) e quinta-feira (21), além de declarar ponto facultativo nas repartições públicas municipais na sexta-feira (22), foi publicado no Diário Oficial do município nesta terça-feira.

O objetivo da proposta enviada pelo prefeito e aprovada pela Câmara Municipal de São Paulo na tarde de segunda-feira (18) é o de aumentar o isolamento social por meio de um "feriadão" nesta semana, para ajudar no combate à pandemia do novo coronavírus.

O projeto foi aprovado na Câmara por 37 votos a favor, 14 contra e uma abstenção. Os vereadores do PT e do Psol votaram contra a proposta, além de Camilo Cristófaro (PSB), Fernando Holiday (Patriota), José Police Neto (PSD) e Janaina Lima (Novo). A abstenção foi de Eliseu Gabriel (PSB).

O governador João Doria (PSDB) também anunciou na segunda-feira que vai encaminhar à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) um projeto de lei para antecipar o feriado estadual do dia 9 de julho (Dia da Revolução Constitucionalista) para a próxima segunda-feira (25).

Doria ainda deve recomendar para que prefeituras da Grande São Paulo antecipem feriados municipais para os dias 26 e 27 de maio.

A criação de um feriado prolongado é uma tentativa de melhorar a taxa de isolamento social do Estado. A medida tem a intenção de que o isolamento até segunda seja maior do que o do último domingo (17), em que 56% das pessoas na Capital que se mantiveram em casa.

 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Auxílio Brasil

Bolsonaro regulamenta empréstimo do Auxílio Brasil sem definir limite de juros

Governo já havia estabelecido que os beneficiários poderão comprometer, no máximo, 40% do valor do benefício

Desemprego

Taxa de desemprego tem queda em 22 estados no segundo trimestre

Em São Paulo, estado mais populoso do país, a taxa de desemprego recuou de 10,8% para 9,2%

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software