Publicidade

X
Política

Bolsonaro Pré-candidato: A luta entre o 'bem o mal'

Jair Bolsonaro lançou sua reeleição ao cargo de Presidente da República no último domingo (27)

Publicidade

Jair Bolsonaro / Reprodução/Youtube

Jair Bolsonaro (PL) no último domingo (27/03) lançou sua reeleição ao cargo de Presidente da República. No mesmo palanque estavam o ex-presidente Fernando Collor e o presidente do Partido Liberal, Valdemar da Costa Neto.

Em discurso, apresentou que não era uma luta da direita contra a esquerda, mas sim uma “luta entre o bem e o mal”. Praticamente, Jair Messias repete o discurso de 2018, exceto pela Operação Lava Jato que esvaziou em seu governo, não havendo vontade no combate à corrupção, pois envolve políticos, empreiteiras e algumas pessoas de seu próprio governo, como o próprio Valdemar da Costa Neto que foi citado nas investigações da Polícia Federal, à época, e foi preso na operação Mensalão. Collor é notório com seu “impeachment”.

Dessa forma o combate à corrupção saiu da pauta no plano eleitoral. Outro ponto de debate em 2018 foi a Petrobras, sendo alvo de vários discursos e posts bolsonaristas, no que tange a corrupção derivada da administração do Partido dos Trabalhadores (PT). Em 2022, a mesma empresa, é criticada pela sua gestão, que proporcionou um aumento dos combustíveis em patamares não vistos. A luta do “bem contra o mal”, tem seu condão apocalíptico, típico de Jair Messias, se “eu não for eleito a nação perecerá”, mas o que realmente está na roda de conversas são os preços dos alimentos e dos combustíveis.

A fome voltou à mesa das classes menos favorecidas e o preço da gasolina e do gás de cozinha pressionam a inflação. Neste ano eleitoral, o discurso central será a economia, não uma disputa de caráter bíblico. As contas da população não fecham, mesmo com os auxílios já consolidados, e pode ser que a grande massa de eleitores opte por outro, com um discurso mais alinhado com suas necessidades imediatas. Em política, atender as bases é fundamental

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

VIOLÊNCIA E SEGURANÇA

Vale do Paraíba concentra quatro das seis cidades com maior taxa de homicídios e SP

A Secretaria de Segurança Pública divulgou dados sobre o cenário de criminalidade na Região

ELEIÇÕES 2022

Lula tem 43% contra 30% de Bolsonaro no estado de São Paulo, diz Datafolha

Em relação ao total do país, o petista tem menos eleitores em São Paulo

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software