X

DOR DE CABEÇA ALVINEGRA

Corinthians de Augusto Melo e a 'farra': os melhores amigos

Mesmo com a saída da antiga chapa do Timão, a torcida corintiana segue sofrendo com notícias desanimadoras sobre o clube

Leonardo Sandre

Publicado em 07/06/2024 às 14:48

Atualizado em 07/06/2024 às 15:18

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Augusto Melo está cada vez mais pressionado como presidente do Corinthians / Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Parafraseando o Craque Neto, apresentador dos Donos da Bola, da Band, e ídolo do Timão: "Que fase que tá o Corinthians. Que fase!"

Após tanto comemorar a saída da chapa "Renovação & Transparência", liderada por Andrés Sánchez, do Timão, a torcida corintiana esperava enfim poder voltar a ter um pouco mais de tranquilidade.

Porém, parece que o ditado "nada está tão ruim que não possa piorar" nunca fez tanto sentido. Augusto Melo se supera perante aos rivais e já estremece sua relação com a torcida em menos de seis meses no comando do clube.

Rubão, ex-diretor do Corinthians, havia informado que "acabou a farra" e mandou avisar que Flamengo e Palmeiras se preparassem. Pois bem... Eles se preparam, mas já o Timão...

Uma gestão com reprovação da torcida não é algo raro. O próprio Duílio, antecessor de Augusto, deixou o clube sendo muito criticado. São Paulo, Palmeiras, Santos, Flamengo, todos os clubes já tiveram presidentes considerados "insatisfatórios" pela torcida, a questão não é essa. O ponto é que todos chegaram ao menos a terem um tempo de estabilidade, de empolgar a torcida. 

Já na gestão atual, a empolgação durou apenas por menos de um mês. O período de anúncio da VaideBet e das chegadas de Garro, Félix Torres e cia. parecia promissor. Mas prometer não é entregar.

São seis meses no cargo, e a gestão corintiana ainda parece mais preocupada em criticar a antiga presidência, do que em trabalhar visando evoluir o presente. Os acordos fechados pela gestão de Duílio realmente parecem ruins para o clube, mas Augusto Melo teve mais de seis meses para reverter, e apenas criticou.

A multa de Carlos Miguel é baixa sim. Péssimo acordo fechado pela antiga presidência. Mas, o que foi feito pela atual para reverter? Seis meses de gestão, saída de Cássio, e a renovação de contrato com aumento da multa não foi concretizada.

Agora, a torcida sofre novamente, vendo mais uma gestão que aparece mais envolvida em polêmicas do que em glórias para o time. O Corinthians se encontra sem diretores, sem goleiro titular e sem patrocinador máster, além de um risco de sofrer transferban.

Uma gestão profissional não deve, jamais, chegar prometendo o mundo de glórias, caso isso seja feito, já é o bastante para se estranhar.

Resta aguardar se Augusto Melo terá a chance de dar a volta por cima e provar que, para ele, "o Corinthians não é brincadeira".

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

SUSTO EM GUARULHOS

VÍDEO: maior avião de passageiros do mundo tem voo cancelado após problema técnico

Voo da companhia aérea Emirates, considerado o maior avião de passageiros do mundo, precisou ser cancelado após apresentar falha durante os primeiros minutos da decolagem

Tragédia

Dono de bar é morto com golpes de canivete no pescoço após defender mulher de assédio

Proprietário do Malta Rock Bar expulsou o homem por ele ter cometido assédio sexual contra uma funcionária

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter