últimas notícias
Espaço do bicho
Médico Veterinário e especialista em cirurgia plástica e reconstrutiva, Dr. Edgar toda semana aborda um tema diferente no espaço do Bicho.
[email protected]
Os macacos não transmitem a doença
Os macacos não transmitem a doença

Febre Amarela

A febre amarela ocorre de forma endêmica no Brasil, principalmente na região amazônica

É uma doença infecciosa aguda causada por um vírus transmitido por mosquitos vetores, a febre amarela ocorre de forma endêmica no Brasil, principalmente na região amazônica.

A Sociedade Brasileira de Primatologia divulgou uma nota, subscrita também pela Sociedade Brasileira de Mastozoologia, pela Universidade Federal do Acre (Ufac), Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e pelo Institute for Zoo – ressaltando que a febre amarela é endêmica da região e o vírus está em período de maior circulação.

Este alerta foi divulgado pela assessoria de comunicação do CFMV ( Conselho Federal de Medicina Veterinária). É muito importante reforçar a informação de que apenas mosquitos, e não os macacos transmitem a febre amarela.

Alertar os serviços de vigilância do município quando encontrar macacos agonizando na mata é o que se recomenda, pois os macacos são importantes indicadores da presença do vírus em determinada região, servindo como guias para a elaboração de ações de prevenção, atuam como sentinelas. A suspeita é de epizootia (uma enfermidade contagiosa que ataca um número inusitado de animais ao mesmo tempo e na mesma região e que se propaga com rapidez) e é preciso notificar. Sem controle, uma zoonose (doenças transmitidas entre animais e pessoas), como a febre amarela, pode causar não só mortes de animais e prejuízos à saúde humana, mas também desequilíbrio ambiental. Os animais têm papel importante como espalhadores de sementes.

A principal forma de prevenção contra a febre amarela é a vacinação, disponível nos postos de saúde de todo país. A OMS (Organização Mundial da Saúde) alerta que crianças podem receber a vacina a partir dos 9 meses de idade. Uso de repelentes contra insetos, mosquiteiros e roupas que protejam todo corpo contra picadas de insetos são recomendados para os moradores destas áreas endêmicas.

Comentários

Tops da Gazeta