últimas notícias
João Doria, governador de São Paulo, durante entrevista coletiva nesta segunda-feira
João Doria, governador de São Paulo, durante entrevista coletiva nesta segunda-feira
Foto: Divulgação/Governo de SP

Doria anuncia construção de hospital de campanha no centro de SP

Unidade vai ser inaugurada até o fim de março no bairro da Santa Cecília e terá 180 leitos exclusivos para casos graves da Covid-19

O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta segunda-feira que o Governo de São Paulo vai ativar um hospital de campanha no centro da capital paulista, com 180 leitos exclusivos para casos graves da Covid-19.

De acordo com Doria, 900 profissionais vão atuar no Hospital de Campanha Metropolitano, como a unidade foi batizada, que deverá entrar em operação até o fim de março.

“Quero renovar o agradecimento ao empresário que cedeu o prédio, sem nenhum ônus, ao Governo de São Paulo, para que pudéssemos começar a montagem deste hospital de campanha, com melhores condições físicas, de trabalho e de atendimento”, afirmou o tucano.

Leia mais:

Entre os leitos, 50 serão de UTI para atender pacientes graves que precisam de intubação e recursos mais complexos, atuando como referência para a Grande São Paulo e outras regiões próximas, se necessário. Outros 130 leitos serão de enfermaria.

O novo serviço será ativado gradativamente em prédio privado localizado no bairro da Santa Cecília oferecido ao governo paulista. A Secretaria de Estado da Saúde selecionará nesta semana a Organização Social de Saúde (OSS) que será responsável por operacionalizar o hospital em parceria com a pasta.

Serão investido, segundo a gestão estadual, R$ 12 milhões por mês para custeio e montagem do novo serviço, que deve entrar em funcionamento a partir do dia 31 de março. No total, 900 profissionais atuarão no hospital, entre eles cerca de 150 médicos, além de enfermeiros, técnicos e funcionários administrativos.

Com o novo serviço, serão 193 leitos de UTI e 215 de enfermaria distribuídos entre o Metropolitano e os demais 11 hospitais de campanha anunciados neste mês pelo governo paulista.

A Secretaria de Estado da Saúde também mantém outros quatro hospitais de campanha instalados ainda em 2020, que somam mais 65 leitos de enfermaria e 59 de UTI.

70 anos

Doria anunciou também a vacinação contra Covid-9 de idosos com 70 e 71 anos ainda neste mês de março. A partir do dia 29, a campanha passará a incluir as 600 mil pessoas que integram esta faixa etária e poderão receber a primeira dose do imunizante.

“Na segunda-feira, dia 29 de março, começaremos a vacinar, em todo o estado de São Paulo as pessoas com 70 e 71 anos de idade. É um alento e uma esperança para quem tem familiares, parentes e amigos nesta faixa etária”, disse Doria.

Com a inclusão deste novo público, segundo a gestão Doria, o número de pessoas com vacinação já garantida no estado de São Paulo passa a quase 4,9 milhões, somando todos os públicos anunciados.

Comentários

Tops da Gazeta