últimas notícias

Bruno Peres e Rojas prometem ousadia na chegada ao São Paulo

"Gosto de encarar a marcação, de jogar um contra um, de ficar bem aberto. Sou um jogador que gosta de ser atrevido e aproveitar as oportunidades que tem", avisou Rojas Por Folhapress De São Paulo

O São Paulo apresentou dois reforços nesta segunda-feira. Contratados durante a Copa do Mundo, o lateral-direito Bruno Peres, emprestado pela Roma até o fim de 2019, e o atacante Joao Rojas, que estava livre no mercado, receberam suas novas camisas das mãos do diretor-executivo de futebol Raí.
Bruno pegou o número 15 para lembrar o dia em que seu filho Pietro nasceu, enquanto o equatoriano recebeu a 23. E os dois chegaram prometendo ousadia para conquistar espaço no Tricolor.

"Gosto de encarar a marcação, de jogar um contra um, de ficar bem aberto. Sou um jogador que gosta de ser atrevido e aproveitar as oportunidades que tem", avisou Rojas, que tem treinado entre os titulares e deve estrear já na quarta-feira, às 21h45, contra o Flamengo. A partida marca a retomada do Campeonato Brasileiro e os cariocas são os líderes com quatro pontos a mais do que os paulistas.

Curiosamente, Rojas joga pela ponta direita, mesmo lado do campo em que Bruno Peres joga. E o estilo de jogo também é parecido: Quem me acompanha sabe das minhas características. Sou um cara que gosta de ir para o ataque, do drible, do um contra um. Sou um jogador muito agudo, ofensivo e gosto de ir para frente. Aprendi a marcar na Itália, que era algo que eu não tinha".

Bruno ainda vai demorar mais do que Rojas para jogar, já que estava de férias e precisa de um período maior de preparação física. Ele prefere não dar nenhum prazo para a estreia, mas aproveita para avisar o técnico Diego Aguirre que poderá ser usado em mais de uma posição. Lateral-direito, lateral-esquerdo e até ponta. A declaração sobre a versatilidade fez Rojas cair na risada e brincar sobre Bruno ser um concorrente no ataque e até uma opção como goleiro.

Em seguida, foi a vez de Bruno interferir em uma pergunta feita a Rojas. Mas em vez da brincadeira, o lateral precisou falar sério. Isso porque o equatoriano não entendeu pergunta sobre a queda de rendimento na passagem pelo Talleres, da Argentina. Bruno Peres, então, traduziu a pergunta para o espanhol e o atacante respondeu: "No México, o esquema do treinador me favorecia. Quis mudar de ares depois de muito tempo por lá (Cruz Azul e Monarcas Morelia) e aí tive que me adaptar ao um novo jeito de jogar na Argentina".

Agora no Brasil, Rojas se mostra empolgado. Primeiro por admirar a forma como se pratica futebol no país. Além disso, está realizando o sonho de jogar na mesma equipe em que algumas de suas referências atuaram, como Kaká e Alexandre Pato. O jogador favorito, entretanto, é Lucas, campeão da Copa Sul-Americana pelo São Paulo e que está no Tottenham, da Inglaterra: "É meu preferido. Não perco um jogo dele".

Bruno também diz que sempre sonhou em jogar pelo Tricolor. E as coincidências entre os dois se estende até pela forma como as negociações foram conduzidas. Quando Raí os procurou, ambos rapidamente deram aval para chegar ao São Paulo. Rojas disse que nem precisou pensar, enquanto o lateral contou que ficou encantado pelo projeto apresentado por Raí: "Já queria voltar para o Brasil e fiquei muito motivado".

Tops da Gazeta