últimas notícias

Acervo

Eduardo Baptista pede demissão do Sport; dirigentes também deixam o clube

Um dia após a derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, na Ilha do Retiro, o técnico Eduardo Baptista decidiu entregar o cargo e pediu demissão do Sport Por Folhapress De São Paulo

Na manhã desta segunda-feira (24), um dia após a derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, na Ilha do Retiro, o técnico Eduardo Baptista decidiu entregar o cargo e pediu demissão do Sport. Quatro membros do departamento de futebol fizeram o mesmo e também deixam o clube.

São os casos do vice-presidente de futebol, Guilherme Beltrão, e dos diretores Leonardo Lopes, Júlio Neto e Luciano Bivar Filho. Da comissão técnica, além de Baptista, também sai o assistente-técnico Gustavo Bueno.

Desde que assumiu o Sport, na metade de agosto, o técnico conseguiu apenas uma vitória em oito jogos, contra o Paraná, por 1 a 0. Além deste gol, o time só balançou as redes mais uma vez sob o seu comando, na derrota por 2 a 1 para o Corinthians. Foram seis derrotas no total.

A saída de Eduardo Baptista acontece exatos cinco meses após o pedido de demissão do pai. No dia 24 de abril, Nelsinho Baptista atacou a diretoria rubro-negra e comunicou em entrevista coletiva que estava deixando o clube.

Esta foi a segunda passagem de Eduardo Baptista pelo Sport. Na primeira, encerrada após aceitar o convite do Fluminense, acumulou 127 jogos, sendo 55 vitórias, 35 empates e 37 derrotas.

Hoje, o Sport ocupa a vice-lanterna do Campeonato Brasileiro com apenas 24 pontos em 26 jogos, à frente apenas do Paraná, que soma 16 pontos.

O Sport volta a campo no próximo domingo (30), quando visita o Atlético-MG no estádio Independência, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Tops da Gazeta