Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Quarta, 14 Agosto 2019 16:51

Pedrinho não discute renovação mesmo com sondagens ao Corinthians

O meia tem contrato curto e não negocia a renovação do vínculo neste momento justamente pela confiança do estafe em uma negociação próxima
Pedrinho chegou ao Corinthians em 2013 e seu contrato atual é válido até 31 de dezembro de 2020 Pedrinho chegou ao Corinthians em 2013 e seu contrato atual é válido até 31 de dezembro de 2020 Agência Corinthians
Por Folhapress
De São Paulo

Nesta terça (13), um jornalista perguntou ao meia Pedrinho se existia chance de ele deixar o Corinthians nesta janela de transferências, antes do fim do ano. Ele desconversou. Disse que gostaria de permanecer "o máximo de tempo".

De acordo com o que apurou o UOL Esporte, esse "máximo" pode não demorar muito - o meia, que é destaque da equipe em 2019, tem contrato curto e não negocia a renovação do vínculo neste momento justamente pela confiança do estafe em uma negociação próxima.

Pedrinho chegou ao Corinthians em 2013 e seu contrato atual é válido até 31 de dezembro de 2020. Para efeito de comparação, além de Manoel, que está emprestado pelo Cruzeiro até dezembro, nenhum outro jogador considerado titular tem menos tempo de contrato do que Pedrinho.

É no máximo igual, como nos casos de Gabriel e Vagner Love. Por se tratar de uma promessa da base constantemente sondada por clubes internacionais, o prazo para o término do contrato podia ser motivo de preocupação. Não é.

O Corinthians tem bom relacionamento com Pedrinho e seu empresário e, por isso, só monitora a situação do jogador. Internamente, os dirigentes alegam que confiam no estafe do atleta e não temem perdê-lo sem uma compensação financeira considerável.

"Eu já deixei claro para meu empresário que eles possam resolver isso entre clube e empresário. Quanto mais estiver aqui vou ajudar o Corinthians. Sempre desejei ficar aqui, sou muito feliz aqui", disse o meia.

"Espero que isso [renovação] possa acontecer e vou deixar nas mãos do meu empresário e da diretoria. Mas realmente sabemos como é o futebol, às vezes aparece proposta. Mas como já falei, deixo nas mãos do meu empresário para que ele tome conta disso. Independente de propostas, eu quero jogar meu futebol e crescer cada vez mais", discursa o jogador de 21 anos, ao UOL Esporte.

A multa rescisória está estipulada em 50 milhões de euros (R$ 222 milhões). Mas há quem diga no Parque São Jorge que o clube paulista aceita negociar o atleta por pouco mais da metade deste valor. O clube detém 70% de seus direitos econômicos.

A ideia principal das duas partes, que decidiram não tornar a decisão pública por conta da instabilidade do mercado, é vender Pedrinho em 2020, no começo ou meio do ano. Caso haja risco de isso não acontecer, haverá nova rodada de negociações.

Interessados não faltam. O estafe de Pedrinho e a diretoria do Corinthians recebem sondagens frequentes. O Borussia Dortmund, da Alemanha, é um dos clubes que tem o meia brasileiro bem avaliado internamente e está atento a possibilidades.

Também já houve pedidos de informação do Porto, de Portugal, e conversas com representantes em nome de Monaco, da França, e Atlético de Madri, da Espanha. O jogador, por enquanto, descarta mercados alternativos, como China e Arábia Saudita. Quer Europa.

Destaque da base em 2017, Pedrinho foi promovido ao elenco profissional após o título da Copa São Paulo de Juniores. Foi tricampeão paulista (2017, 2018 e 2019) e campeão brasileiro (2017). Soma atualmente dez gols em 116 partidas. Em 2019, sua primeira temporada como titular depois de espantar o rótulo de eterna promessa, são cinco gols e quatro assistências em 39 participações.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - [email protected]
Comercial - [email protected]

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - [email protected]
Comercial - [email protected]

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado