Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Quarta, 14 Agosto 2019 17:39

Após reunião, Paulo Autuori pede para Santos resolver problemas internamente

Autuori assegurou que a permanência de Sampaoli não está ameaçada, exaltou o momento do clube e prometeu que ruídos serão resolvidos sem o uso da imprensa
Costumeiramente dono de respostas longas, o dirigente optou por ser curto ao comentar declaração de Peres sobre Neymar Costumeiramente dono de respostas longas, o dirigente optou por ser curto ao comentar declaração de Peres sobre Neymar Ivan Storti/Santos FC
Por Estadão Conteúdo
De Santos

Diretor do departamento de futebol do Santos, Paulo Autuori tem agido internamente para evitar que conflitos fujam ao controle e vazem para fora do clube. Após se encontrar com o técnico Jorge Sampaoli e o presidente José Carlos Peres, o dirigente concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira (14), no CT Rei Pelé. Ele assegurou que a permanência do treinador não está ameaçada, exaltou o momento do clube, líder do Campeonato Brasileiro, e prometeu que ruídos serão resolvidos sem o uso da imprensa para declarações polêmicas que possam criar um ambiente de crise.

"Sempre respeitei três aspectos: quando, onde e quem. Nós fizemos isso na reunião que tivemos. Debatemos o tema da maneira que tem de ser debatida. Saímos com um acordo em comum. Sampaoli está aberto à continuidade. O time tem feito um trabalho extraordinário. Todos os rivais gostariam de estar onde estamos. Cabe a eles tentarem impedirem nós de chegarmos ao título", disse.

A declaração sobre o conflito entre Peres e Sampaoli, que reclamou recentemente sobre a não contratação de uma reposição para Jean Lucas e da chegada de nomes que não foram indicados por ele, também vale para Jean Mota, na visão do dirigente. Autuori assegurou que o Santos não recebeu propostas para negociar o meia, que se declarou insatisfeito com a reserva após derrota para o São Paulo, no último sábado (10), mas depois pediu desculpas pelo seu desabafo.

"Não chegou proposta nenhuma. Uma coisa é especulação trazida por agentes, outra é a proposta oficial. Acho que erros, todos cometemos. Jean é um grande profissional e já assumiu o erro. O mais lindo da vida é a liberdade de expressão, mas as pessoas pagam o preço por aquilo que falam. O Jean já teve uma grande atitude em se desculpar publicamente. O caso será tratado como deve: internamente. O que eu mais detesto são fogos artificiais. Já vi clube dizendo fazer várias coisas e não fazer nada. Por isso, o assunto será tratado de maneira respeitosa e sigilosa", afirmou Autuori.

Costumeiramente dono de respostas longas e bem explicativas, o dirigente optou por ser curto ao comentar declaração de Peres sobre Neymar - o presidente declarou que tentou a contratação do atacante, hoje insatisfeito no Paris Saint-Germain. "Fogos de artifício, comigo não dá. Não gosto de ficar criando ilusões", comentou.

TREINO

O retorno de Victor Ferraz deverá ser a principal novidade da escalação do Santos para o duelo com o Cruzeiro, domingo (18), no Mineirão, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O lateral-direito deverá ser o escolhido pelo técnico Jorge Sampaoli para ocupar a vaga do zagueiro colombiano Felipe Aguilar, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Como tem realizado em praticamente todos os treinos desde o início da temporada, Sampaoli fecha a maior parte das atividades à imprensa. Nesta quarta-feira, porém, na parte aberta do treino, ele testou uma linha de quatro jogadores na defesa, composta por Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Jorge.

A mudança, com a entrada de Victor Ferraz, fará o treinador abrir mão do esquema de três zagueiros, adotado no clássico contra o São Paulo, no último sábado, em que o time foi batido por 3 a 2. Naquela oportunidade, sem um lateral-direito de origem, Sampaoli instruiu Lucas Veríssimo a se revezar entre essa função e a de zagueiro.

Se Aguilar está suspenso, também não é certo o aproveitamento de Cueva. O peruano perdeu status com Sampaoli e a diretoria santista, que admite interesse em negociá-lo. Além disso, ele foi liberado para viajar ao Peru para acompanhar de perto o estado de saúde de sua filha, que nasceu prematura recentemente.

Se decidir pela manutenção das peças do meio-campo e do ataque dos compromissos recentes, Sampaoli deve escalar o Santos com a seguinte formação no domingo: Everson; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca, Carlos Sánchez e Felipe Jonatan; Derlis González, Eduardo Sasha e Soteldo.

Mesmo derrotado no último fim de semana, o Santos lidera o Brasileirão com 32 pontos e três de vantagem para o segundo colocado Palmeiras. O elenco voltará a treinar às 10 horas desta quinta-feira no CT Rei Pelé.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado