Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Quinta, 15 Agosto 2019 17:09

De moral renovado, Tite encara velhas questões na seleção brasileira

O técnico conquistou seu primeiro título na seleção brasileira e recuperou parte do prestígio que exibia até a derrota na Copa do Mundo de 2018
O treinador começará a mostrar nesta sexta-feira (16) qual é seu plano para a sequência da equipe nacional O treinador começará a mostrar nesta sexta-feira (16) qual é seu plano para a sequência da equipe nacional Lucas Figueiredo/CBF
Por Folhapress
De São Paulo

Houve críticas ao perfil dos convocados, ao futebol apresentado e à presença de seu filho na comissão técnica, mas Tite cumpriu seu objetivo na Copa América. O técnico conquistou seu primeiro título na seleção brasileira e recuperou parte do prestígio que exibia até a derrota na Copa do Mundo de 2018. Agora, volta a lidar com as questões que enfrentava antes de erguer a taça.

Uma delas é o que fazer com Neymar, que ficou fora da campanha vitoriosa por lesão e continua com problemas que vão além da parte física. Outra é como renovar o time de olho no Mundial de 2022, no Qatar, tarefa que se tornou mais complicada justamente pela eficiência dos veteranos no caminho para o troféu sul-americano.

O treinador começará a mostrar nesta sexta-feira (16) qual é seu plano para a sequência da equipe nacional. A partir das 10h (de Brasília), ele vai convocar 23 atletas para os amistosos marcados para o mês que vem nos Estados Unidos - contra a Colômbia, no dia 6, em Miami, e contra o Peru, no dia 10, em Los Angeles.

Sejam quais forem as escolhas anunciadas na sede da CBF, no Rio de Janeiro, Tite certamente terá de responder muitas perguntas sobre o atacante Neymar. Tem sido assim em quase todas as entrevistas do gaúcho, e raramente as questões são ligadas ao que pode fazer o craque com a bola no pé.

Na preparação para a Copa América, a indagação era sobre os atos de indisciplina do atleta no Paris Saint-Germain - que não lhe custaram a vaga na seleção, mas tiraram de seu braço a faixa de capitão do time verde-amarelo. Isso ficou para trás no momento em que surgiu um problema maior: uma acusação de estupro contra o jogador.

O processo foi arquivado, mas o atacante de 27 anos continua envolvido em situações polêmicas. Ele vem treinando separadamente no PSG, já deixou claro o seu desejo de deixar o clube e não atua desde 5 de junho - data da lesão no tornozelo direito que lhe tirou a possibilidade de jogar a Copa América.

Por isso, a convocação de Neymar para os amistosos de setembro não é dada como certa, embora considerada provável. Tite costuma tratar o camisa 10 com reverência e sempre o coloca entre os três maiores jogadores do mundo, embora ele não tenha sido incluído nem na lista dos dez melhores nos dois últimos anos.

A decisão sobre como lidará com a questão não é a única a ser anunciada pelo comandante. Outro ponto importante é a renovação da equipe e sua formação no caminho para a Copa do Mundo de 2022.

Tite foi questionado pela idade do grupo na Copa América - que, mantido até o Qatar, chegaria ao Mundial com 30,7 anos de média e seria o mais velho do país em toda a história das Copas. Estava envelhecida sobretudo a defesa, com Daniel Alves, 36, Thiago Silva, 34, e Filipe Luís, 33, titulares.

A aposta do técnico funcionou na Copa América. A idosa e eficiente zaga brasileira foi vazada apenas uma vez em seis partidas na disputa sul-americana, em um pênalti no mínimo duvidoso. E o veterano Daniel Alves foi eleito o melhor jogador da competição. Diante desse desempenho, ficou ainda mais difícil abrir mão de alguns dos mais experientes.

Mesmo assim, a expectativa é que atletas mais jovens ganhem oportunidades neste momento do ciclo rumo ao Mundial de 2022. O lateral esquerdo Renan Lodi, 21, do Atlético de Madri, o volante Fabinho, 25, do Liverpool, e o atacante Vinicius Júnior, 19, do Real Madrid, são candidatos a oxigenar o grupo, que certamente terá novidades no gol e no ataque, pois Tite não contará com jogadores que fizeram parte da conquista continental.

Nome importante no título, Alisson, 26, está machucado. Seus reservas Ederson, 25, e Cássio, 32, têm boas chances de voltar, o que deixaria uma vaga aberta. Weverton, 31, do Palmeiras, é um postulante forte a ela. Neto, 30, do Barcelona, também está lesionado.

Na frente, não estará à disposição Gabriel Jesus, 22, suspenso dos jogos da seleção por dois meses pela revolta demonstrada com sua expulsão na final da Copa América. Xodó da torcida no torneio, Everton, 23, o Cebolinha, provavelmente ficará fora, já que o treinador deverá excluir da lista atletas de Grêmio, Athletico-PR, Internacional e Cruzeiro, semifinalistas da Copa do Brasil.

FORA DA LISTA

Notáveis ausências na relação a ser divulgada por Tite:

Alisson, 26, Liverpool
O goleiro sofreu uma lesão na panturrilha direita na primeira rodada do Campeonato Inglês e só tem retorno previsto para setembro. Sua presença na lista é bem improvável.

Gabriel Jesus, 22, Manchester City
Por se revoltar com sua expulsão na final da Copa América e empurrar o equipamento do VAR, o atacante foi suspenso pela Conmebol. Ficará fora dos jogos do Brasil por dois meses.

Everton, 23, Grêmio
Xodó da seleção na conquista da Copa América, ele está com o Grêmio nas semifinais da Copa do Brasil. Tite deverá deixar fora da convocação os atletas envolvidos na disputa.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - [email protected]
Comercial - [email protected]

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - [email protected]
Comercial - [email protected]

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado