últimas notícias

São Paulo já tem nove candidatos confirmados ao governo do Estado

Primeira rodada de convenções para oficializar as candidaturas ao governo do Estado ocorreu no último sábado; confira os postulantes Da Reportagem De São Paulo

MDB, PSDB, PT e outras legendas oficializaram no último sábado suas candidaturas ao governo de São Paulo. A reunião emedebista escolheu Paulo Skaf, enquanto os tucanos aclamaram João Doria e os petistas Luiz Marinho.

A vice de Skaf é a tenente coronel da Polícia Militar Carla Basson. Ao lançá-la, Skaf a descreveu como “moça de família boa” e “coronel suave”.

O evento do MDB contou com a presença de representantes do movimento LGBT, como a jogadora de vôlei Tiffany, candidata a deputada federal.

Com o palco repleto de políticos dos partidos da coligação (PSD, DEM, PP, PRB e PTC), um vídeo abriu o ato do PSDB comparando o estado hoje e em 1994, antes dos tucanos assumirem o Palácio dos Bandeirantes.

“Estava abandonado”, disse locutor para então narrar melhorias implantadas desde então. O presidente do PSDB paulista, Pedro Tobias, seguiu a mesma linha.

Preso em Curitiba, o ex-presidente Lula foi a estrela da convenção do PT que oficializou a candidatura de Marinho. Também foram apresentados os candidatos do partido ao Senado, Eduardo Suplicy e Jilmar Tatto.

No início da convenção, Ana Estela Haddad, mulher do ex-prefeito Fernando Haddad, leu uma carta enviada por Lula para a cerimônia em apoio aos candidatos de São Paulo.

Adriano Costa e Silva (DC), Cláudio Fernando Aguiar (PMN), Lisete Arelaro (PSOL), Rogério Chequer (Novo), Rodrigo Tavares (PRTB) e Toninho Ferreira (PSTU) também oficializaram suas candidaturas.

Tops da Gazeta