últimas notícias

Paraquedista morre ao se chocar com caminhão em Boituva

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, o homem não chegou a tocar o chão quando foi atingido pelo caminhão, com placas do Paraná Por Folhapress De São Paulo

O contador D.C.M. morreu após bater de frente com um caminhão, quando descia de um salto de paraquedas, por volta das 10h30 deste domingo (19), na rodovia Castelo Branco. O local do acidente fica na região de Boituva (121 km de SP), famosa por concentrar escolas de paraquedismo.

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, o homem não chegou a tocar o chão quando foi atingido pelo caminhão, com placas do Paraná, na altura do km 115. O veículo seguia no sentido capital.

Fotos enviadas à reportagem mostram que o contador bateu contra o lado direito do caminhão. Com a força do impacto, o corpo dele afundou a carroceria do veículo, ficando "grudado" à lataria. O paraquedas ficou sobre cabine do veículo.

A PM diz que a vítima deveria estar tentando pousar no Centro Nacional de Paraquedismo, que fica a cerca de 500 metros do local do acidente, quando bateu de frente com o caminhão. O centro agrega escolas de paraquedismo, além de uma empresa de táxi aéreo.

A irmã da vítima disse que o contador saltava de paraquedas há cerca de cinco anos. Ele era profissional em saltos e também praticava outros esportes radicais, como mergulho. A vítima havia se casado neste ano e, ainda segundo sua irmã, a mulher dele está grávida de quatro meses e meio.

Tops da Gazeta