últimas notícias

Marinho promete criar 2 milhões de empregos

O candidato do PT prometeu criar 2 milhões de empregos e reorganizar a estrutura atual da saúde no Estado Da Reportagem De São Paulo

O candidato ao governo pelo PT, Luiz Marinho nesta quinta-feira, em entrevista ao SPTV, da TV Globo, negou as acusações de fraudes em obras públicas, enquanto estava à frente da Prefeitura de São Bernardo, prometeu criar 2 milhões de empregos e reorganizar a estrutura atual da saúde no Estado. O petista também afirmou que quer analisar o orçamento do estado para enfrentar “gargalos” na administração.

Marinho foi prefeito da cidade de São Bernardo (ABC Paulista) por duas vezes e teve obras, enquanto era prefeito, envolvidas em processos judiciais. Uma das obras acusadas de desvios foi a do Museu do Trabalhador, que começaram em 2012, com previsão de entrega em um ano, mas foram interrompidas pela Justiça em julho de 2017 após denúncia do Ministério Público.

Outra obra investigada é a construção do Piscinão do Paço, no Centro da cidade do ABC, que foi citada na delação premiada de Léo Pinheiro, ex-presidente da construtora OAS. Nos dois casos, Marinho nega as acusações. “Espero que o Judiciário acelere o processo para que eu tenha chance de comprovar minha inocência”, disse o candidato.

Questionado sobre a economia, o petista prometeu criar 2 milhões de empregos no Estado, e disse que para isso pretende criar um banco para pequenas empresas. Segundo Marinho, o banco seria o contrário do BNDES e voltado “à pequena empresa, ao pequeno produtor, que geram muito emprego”.

Já na área da Saúde, o candidato pretende contratar mais médicos e servidores e reorganizar a estrutura atual. Entre as propostas está um programa de internação domiciliar.

Tops da Gazeta