últimas notícias

Doria anuncia ex-ministro de Dilma para a Casa Civil

Gilberto Kassab é atual ministro das Comunicações do governo Temer e é réu na Lava Jato Por Nely Rossany De São Paulo

O governador eleito João Doria (PSDB) confirmou nesta segunda-feira, Gilberto Kassab (PSD) como o Secretário da Casa Civil da sua gestão. Kassab é atual ministro das Comunicações do governo Michel Temer (MDB) e ex-ministro das Cidades do governo de Dilma Roussef (PT). Durante coletiva de imprensa, Doria também anunciou que seu vice, o deputado federal Rodrigo Garcia (DEM), vai ocupar a Secretaria de Governo a partir de 1º de janeiro. “Gilberto Kassab assumirá a área de articulação institucional e política. Kassab é uns dos melhores articuladores atuais, se não o melhor, e assume como secretário da Casa Civil e toda a articulação institucional e política do nosso governo”, disse o governador eleito.

A nomeação de Kassab foi questionada, já que ele é réu em processo na Lava Jato em São Paulo. Sobre isso, disse estar “muito tranquilo em relação a isso, estas acusações são infundadas. Pautei minha vida pública pela moralidade e confio no Ministério Público e na Justiça e na imprensa”, disse Kassab.

O ex-chefe de gabinete de Doria na Prefeitura, Wilson Pedroso, deve assumir a mesma função no governo estadual e cuidar das articulações políticas ao lado de Garcia e Kassab. Wilson Pedroso e Rodrigo Garcia são os responsáveis por coordenar a transição de governo.

Outros nomes

O ex-prefeito de São Paulo deve anunciar ao longo da semana nomes que ocuparão outras pastas. Ele já informou que gostaria de ter um policial ocupando a pasta da Segurança Pública, mas ainda não definiu se seria civil ou militar.

Doria também avalia levar para o Palácio dos Bandeirantes antigos aliados que estiveram com ele na Prefeitura, como Júlio Cerson, que foi secretário de relações internacionais. Outro nome cotado é o de Fabio Santos para a subsecretaria de Comunicação.

O ex-prefeito também gostaria de levar para a administração quadros que convidou para a Prefeitura em 2016, mas que declinaram. Os convites ainda não foram feitos formalmente. O atual governador Márcio França (PSB) deve indicar esta semana os nomes para participar da transição ao lado do grupo de Doria.

Tops da Gazeta