últimas notícias

Obras do Museu das Monções devem começar em janeiro

Governo do Estado anunciou que as obras do Museu das Monções devem começar em janeiro, ainda sem data definida Por Aline Fonseca De São Paulo

O governo do Estado anunciou que as obras emergenciais do Museu das Monções, em Porto Feliz, no interior paulista, devem começar em janeiro, ainda sem data. Desde agosto a Gazeta acompanha a situação do museu, fechado há oito anos e que corre o risco de desabar. Inicialmente, as obras no local estavam previstas para começarem em outubro, mas na época a licitação ainda não havia sido concluída.

Em agosto, as obras de reestruturação no museu foram determinadas pela Justiça, que deu um prazo de 30 dias para que o governo estadual iniciasse os trabalhos no local.

Procurada, a Secretaria Estadual de Cultura informou que na próxima semana será realizada uma audiência pública para verificação dos documentos e habilitação da empresa que venceu a licitação no começo de dezembro.

Questionada sobre a empresa vencedora, a Pasta disse que “o nome será divulgado assim que forem verificados os documentos da empresa”. Somente após esse processo, uma data para o início das obras será definida, que deve ocorrer ainda no início de janeiro, de acordo com o governo.

Má conservação

O prédio, que é patrimônio histórico do estado de São Paulo, abriga objetos como quadros, roupas e até uma cama em que Dom Pedro II dormiu durante uma passagem por Porto Feliz. O edifício está com problemas de infiltração, pintura, mato alto e com a fachada escorada em estruturas de madeira, já que sofre risco de desabar.

Além disso, no acervo do museu também há capacetes usados por combatentes da Revolução Constitucionalista de 1932. Por causa da interdição, todo estes objetos foram levados a um galpão alugado pela prefeitura.

Devido à má conservação, o museu foi interditado pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para evitar uma tragédia, parecida com a que aconteceu no Rio de Janeiro, em setembro. Em agosto deste ano, a Justiça determinou que o Governo do Estado deveria iniciar as obra de reestruturação do local em 30 dias. No entanto, até agora nada foi feito.

Série especial

Esta reportagem faz parte de uma série especial da Gazeta sobre museus paulistas. Em novembro, este jornal publicou que o Museu da Língua Portuguesa, destruído em um incêndio em dezembro de 2015, só deve voltar a funcionar no segundo semestre de 2019. E no último dia 21 de dezembro sobre o Museu Paulista, conhecido como Museu do Ipiranga, em São Paulo, que fechou as portas para visitação em agosto de 2013. O início das obras deve ser apenas em abril de 2019 e está prometido para ser entregue em 2022.

*Com colaboração de Matheus Herbert

Tops da Gazeta