Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Sexta, 11 Janeiro 2019 19:47

Duplicação da Serra do Cafezal reduz tempo de viagem e acidentes

Antes da conclusão da obra, a descida da Serra era realizada em uma média de 3 horas, agora é possível percorrer o trajeto em um tempo em 25 minutos.
O investimento total da duplicação foi de R$ 1,3 bilhão e as obras foram iniciadas em 2010. O investimento total da duplicação foi de R$ 1,3 bilhão e as obras foram iniciadas em 2010. Divulgação/Autopista Régis Bittencourt
Por Aline Fonseca

A duplicação da Serra do Cafezal, na rodovia Régis Bittencourt (BR-116), entre Juquitiba e Miracatu, na região do Vale do Ribeira, completou um ano e já proporcionou uma redução de tempo de viagem aos motoristas.

Antes da conclusão da obra, que ocorreu em dezembro de 2017 após sete anos, a descida da Serra era realizada em uma média de 3 horas, agora é possível percorrer o trajeto em um tempo médio de 25 minutos, em condições normais, de acordo com a Arteris Régis Bittencourt, concessionária que administra a rodovia.

Além do tempo de viagem, segundo a Arteris, o número de acidentes na Serra do Cafezal também diminuiu em 2018. Em 2010, quando a pista ainda tinha trechos sem duplicação, foram registrados 489 acidentes e 20 mortes. Já no ano passado, foram 271 acidentes e 10 vítimas fatais. Uma redução de mais de 40% das ocorrências.

“A duplicação das pistas, por si só, já é um grande ganho para a segurança viária. No caso da Régis, os investimentos em obras e na operação da rodovia reforçam ainda mais o nosso foco na redução de acidentes e fatalidades e vamos conseguir avançar por meio da sensibilização dos usuários na mudança de comportamento”, destaca o gerente de tráfego da Arteris Régis Bittencourt, Francisco Pires.

Obras.

O investimento total da duplicação foi de R$ 1,3 bilhão e as obras foram iniciadas em 2010. São 30,5 quilômetros de obras começando no km 336,5, em Juquitiba, na região metropolitana de São Paulo e terminando no km 367, em Miracatu.

Ao todo foram construídos quatro túneis, três em direção ao sul do País, nos km 357, 360 e 361, todos com três faixas para veículos e um outro túnel no km 348, sentido São Paulo, com quatro faixas rolantes. Além dos túneis, foram construídos 39 viadutos que fazem as ligações com os túneis. A criação dos viadutos foi uma solução da concessionária para reduzir os impactos ambientais na região.

Na altura do km 357 está o túnel de maior extensão, com aproximadamente 700 metros de extensão, sendo que os quatro juntos somam 1,7 quilômetros. Dentro deste túnel, também foi construído um túnel de emergência, que será utilizado por pedestres.

No km 353 da pista sul (sentido Curitiba), foi implantado uma Área de Escape, que serve de auxílio aos motoristas que perdem o freio na descida da Serra do Cafezal. Com 130 metros de comprimento, a área é composta por cinasita (argila expandida), que faz com que o veículo obtenha uma maior desaceleração em um menor espaço de tempo, sem causar danos aos veículos e pode evitar acidentes.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado